Náutico vence e amplia a má fase do Palmeiras

Náutico vence e amplia a má fase do Palmeiras

Gol de Kieza no primeiro tempo assegurou 11ª vitória do Náutico

Está cada vez mais difícil para o Palmeiras evitar o rebaixamento para a Série B do Campeonato Brasileiro. Neste domingo, pela 30ª rodada da Série A, o time paulista foi ao Estádio dos Aflitos, no Recife, e perdeu para o Náutico por 1 a 0, gol de Kieza.

Jogando em casa, o time pernambucano ampliou seu impressionante retrospecto favorável: em 15 jogos no estádio alvirrubro, a equipe comandada por Alexandre Gallo venceu 11 vezes, com dois empates (contra Cruzeiro e Vasco) e apenas duas derrotas (Fluminense e Coritiba). O Náutico agora tem 40 pontos, confortavelmente no meio da tabela.

Para o Palmeiras, porém, a situação é ainda mais dramática. Com 26 pontos, o time permanece estacionado na 18ª colocação, a nove pontos do Bahia (16º colocado). O Atlético-GO, lanterna, tem 23 pontos após vencer o Internacional neste sábado.

Diante da má fase do Palmeiras, o Náutico não demorou a fazer valer sua força em casa e abriu o placar aos 14min do primeiro tempo. Em jogada individual, Kieza arrancou pelo meio, invadiu a área, escapou de Thiago Heleno e chutou no canto esquerdo do goleiro Bruno. De quebra, aos 23min, o próprio Kieza teve a chance de fazer o segundo, tabelando com Araújo e mandando rente ao travessão palmeirense.

Com um jogo equilibrado e de forte marcação no meio de campo, o Náutico chegava com perigo nas arrancadas de Rhayner. O Palmeiras, por usa vez, dependia de Tiago Real, que teve boa oportunidade em falta aos 43min - a cobrança, no entanto, resvalou na barreira e passou à direita do gol defendido por Felipe.

A partir do segundo tempo, porém, o Palmeiras sucumbiu à pressão e mostrou-se desequilibrado. Aos 7min, Araújo recebeu de Elicarlos e chutou com perigo, parando em boa defesa de Bruno. Dois minutos depois, Rhayner recebeu em profundidade pela direita e chutou cruzado, acertando a trave de Bruno. Pressionado, o time paulista sacou Márcio Araújo para a entrada de Betinho.

No entanto, as coisas pioraram ainda mais para o Palmeiras aos 17min, quando Thiago Heleno parou a arrancada de Araújo com falta e recebeu cartão vermelho - o lateral Juninho ainda reclamou da marcação e recebeu amarelo. Aos 27min, Kieza entrou na área pela direita e tentou tocar a bola para o centro, mas parou na defesa de Bruno.

Dominante, o Náutico teve a chance de marcar mais uma vez em falta cobrada por Martinez aos 35min, por cima do gol. Vinícius ainda tentou aos 39min, com Vinícius, mas o chute rasteiro da esquerda parou na defesa com os pés de Felipe.

Os dois times voltam a entrar em campo na quarta-feira, às 19h30 (de Brasília), pela 31ª rodada do Campeonato Brasileiro, em duelos que podem definir ainda mais a zona de rebaixamento da competição. Enquanto o Náutico visitará o Coritiba, o Palmeiras enfrentará o Bahia fora de casa.

Fonte: Terra, www.terra.com.br