Nelsinho Piquet vai parcicipar da Stock Car

Nelsinho Piquet vai parcicipar da Stock Car

Piloto, que se envolveu em polêmica na Fórmula 1

A Stock Car divulgou nesta manhã de quarta-feira, em evento em São Paulo, seu calendário para a temporada 2010. A novidade será a participação de um piloto convidado em algumas provas. O primeiro deles já confirmado é Nelsinho Piquet, que correrá em Brasília, em 21 de novembro.

A competição terá 12 etapas e será iniciada em 28 de março, em Interlagos, e terminará em 5 de dezembro, em Curitiba. A capital paulista, aliás, terá reduzido o número de provas, caindo de três para duas. A Corrida do Milhão, realizada em 2008 em Jacarepaguá, volta a ser disputada, mas ainda sem local determinado.

Durante o ano, pilotos renomados serão convidados para participar de uma única etapa. Eles correrão com carros especiais, que não fazem parte do grid costumeiramente. Os nomes estão mantidos em sigilo.

- Será apenas um piloto convidado por corrida. Eles não somarão pontos para a competição. Nós já fechamos com o Nelsinho e estamos negociando com outros ? explicou Maurício Slaviero, diretor geral da Vicar, organizadora da Stock.

Outra alteração será a inclusão de uma prova de rua, em 6 de junho. A cidade de Ribeirão Preto, no interior de São Paulo, deve ser a escolhida pelos organizadores, aguardando apenas um acordo com o governo municipal. O local chegou a ser cotado para receber a Fórmula Indy em 2010.

- Estamos em conversações adiantadas com a prefeitura de Ribeirão e também negociamos com outras praças para definir a data da Corrida do Milhão ? acrescentou.

Porto Alegre também ganhou uma prova, no Velopark, autódromo que será inaugurado pela categoria. Salvador, uma das novidades na temporada passada, receberá a Stock Car, em 15 de agosto. O circuito, contudo, sofrerá alterações.

- Teremos mudanças na pista de Salvador. Nossa intenção é deixá-la com

mais pontos de ultrapassagem ? completou Slaviero.

O regulamento será o mesmo de 2009. Os pilotos disputarão 12 corridas,

sendo que as quatro últimas valerão pela Super Final, reunindo os dez

mais bem colocados até a oitava etapa. A troca de combustível

continuará obrigatória, enquanto a mudança de pneu seguirá opcional.

Os motores ganharão 30 cavalos a mais, subindo para 520hp.

Fonte: GloboEspote, www.globoesporte.com