Nervosismo e ansiedade:Adriano volta, aquece 20min, joga 8min e mira Copa

Aquecimento com reservas, nervosismo no banco, coro da torcida atleticana e o sonho de voltar à seleção brasileira: veja como foi a volta do Imperador

Curitiba, capital do Paraná, 13 de fevereiro de 2014. O relógio marca 18h15 quando os primeiros torcedores do Atlético-PR entram no Estádio Durival Britto e Silva, a Vila Capanema. Portões abertos, os rubro-negros se cumprimentam e se acomodam no local que será palco da reestreia do principal personagem da noite. Ansiosos pela estreia do Furacão na fase de grupos, os rubro-negros se ajeitam nas arquibancadas e ainda comentam sobre a heroica vitória nos pênaltis sobre o Sporting Cristal, que classificou o time do treinador Miguel Ángel Portugal para o Grupo 1 da Taça Libertadores da América. Mas o assunto predominante era um só: a volta do atacante Adriano ao futebol. No fim do jogo, Adriano ainda disse que sonha com a Seleção.

- Agora é trabalhar muito. Quem sabe Deus me abençoe para eu chegar à Seleção. Quando Deus quer, ninguém consegue botar a mão - disse, rodeado de câmeras e jornalistas.

A alguns metros, no castigado gramado da Vila Capanema, os olhos estavam voltados para o Imperador durante o aquecimento. Logo que entrou em campo, ele foi saudado pela torcida atleticana aos gritos de ?Aaah, é Adriano!? e levantou a mão direita, cumprimentando os rubro-negros. Por exatos 20 minutos, o atacante fez alongamentos junto a Bruno Mendes, Carlos César, Dráusio, Nathan e Mirabaje, reservas do Atlético-PR. Entre sorrisos e muita descontração, o atacante participa da roda de ?bobinho? e retorna ao vestiário sob novos gritos efusivos da torcida e muitos flashes dos fotógrafos que o acompanhavam.

A noite do imperador iniciou pouco antes do início da partida, quando os reservas subiram ao gramado após a entrada dos titulares. Adriano foi o último a entrar e, como por toda a noite, atraiu a atenção de todos. Adriano senta no banco entre o meia Nathan e o médico Diego Portugal, do Atlético-PR, e lá começa os seus 90 minutos para o retorno.



Fonte: GloboEsporte.com