Newell"s e Grêmio fazem tira-teima em jogo decisivo pela Copa Libertadores

Após empate sem gols na Arena, equipes voltam a duelar, agora em Rosário

Duas equipes em um confronto de igual para igual, em uma espécie de tira-teima. Passada a batalha sem gols na Arena, na última semana, Grêmio e Newell?s Old Boys prometem uma nova guerra pelos três pontos, agora no reduto da equipe argentina, o Estádio Marcelo Bielsa, localizado na cidade de Rosário, província de Santa Fé.


Newell

Comandados por Enderson Moreira, os jogadores do Grêmio prometem um duelo franco. Como a partida é válida pela quarta rodada da fase de grupos da Libertadores, tropeços não são mais permitidos. Líder do Grupo 6, com sete pontos, a ideia é marcar com força e organização para segurar o time adversário e reassumir a ponta isolada, já que o Atlético Nacional igualou a pontuação com a vitória sobre o Nacional-URU. Os colombianos, porém, ficam atrás pelo saldo inferior.

O meia-atacante Dudu, por sinal, será um dos personagens do confronto. Substituto do lesionado Zé Roberto, deixa de ser opção no banco para virar titular relâmpago. Terá como principal responsabilidade ser uma válvula de escape em jogadas agudas e de velocidade.

- Vamos ganhar velocidade com o Dudu. É um jogador veloz e de drible. O Zé cadencia mais o jogo - avalia o zagueiro Rhodolfo.

Só que o confronto não será diante de um adversário qualquer. O Newell?s Old Boys conta com um plantel experiente, tarimbado e que aprecia um futebol de toque de bola. Entre os atletas, estrelas que vieram do futebol europeu, como Maxi Rodríguez, Banega, Gabriel Heinze. E no banco de reservas? Outro de renome: o francês David Trezeguet.

A favor do Grêmio estará o ?cansaço?. A equipe local tem sofrido com um calendário recheado por dois jogos semanais. O Newell?s é terceiro na chave, com quatro pontos.

A arbitragem será do equatoriano Carlos Vera, auxiliado pelos compatriotas Christian Lescano e Byron Romero.

Fonte: GloboEsporte