Ney Franco admite mau futebol do São Paulo, e Juvenal ouve vaias

"O Vasco foi superior. Jogamos muito mal novamente", disse.

Após a primeira derrota em casa no Campeonato Brasileiro, o técnico Ney Franco admitiu que o São Paulo não foi bem na partida contra o Vasco e lamentou a ausência de Lucas --está com a seleção olímpica, em Londres.



"O Vasco foi superior. Jogamos muito mal novamente. A gente sai hoje de mais um jogo onde o adversário foi merecedor da vitória, pois foi superior em vários aspectos", disse Ney Franco, que fez sua segunda partida pelo São Paulo.

"[Lucas] é um cara diferenciado e, na parte individual, quando as coisas não funcionam no plano tático, ele faz a diferença. Com a saída dele, tive problemas. Os jogadores que estou utilizando estão sem ritmo de jogo e têm característica diferente."

O treinador, que soma um empate e uma derrota, admitiu também que terá de buscar uma solução de forma rápida, pois o meia deve desfalcar o time em até seis jogos.

Ney Franco viu o clima no Morumbi ficar diferente. Se o ambiente era tranquilo após a queda de Emerson Leão, ontem a torcida demonstrou irritação e elegeu como alvo a diretoria, especialmente o presidente Juvenal Juvêncio.

"O futebol é resultado. O torcedor está acostumado com uma equipe que vem para campo ganhar, conquistar títulos e neste momento de turbulência, em função dos jogos, jogamos muito abaixo da crítica", disse Ney Franco.

A torcida também mirou os atletas, com gritos de "amarelões", pedidos de raça e vaias.

"Já estou acostumado, não me incomada mais. Quando as coisas não estão bem, acontece isso. É normal, a gente não vem de uma fase muito boa", disse Luis Fabiano.

Fonte: Folha Online, www.folha.com.br