Jogador Neymar admite "medinho", mas diz que volta a jogar em três semanas após lesão no pé

Jogador Neymar admite "medinho", mas diz que volta a jogar em três semanas após lesão no pé

Em entrevista exclusiva ao Jornal Nacional, craque afirma que já sabia da lesão antes de jogo com Real e que espera atuar pelo Barça na última rodada

O atacante Neymar tranquilizou a torcida e afirmou, em entrevista exclusiva ao Jornal Nacional nesta sexta-feira, que a lesão no pé esquerdo não deverá atrapalhá-lo para a disputa da Copa do Mundo. De acordo com o craque do Barcelona, seu retorno aos gramados está previsto para três semanas e há a possibilidade de enfrentar o Atlético de Madrid pela última rodada do Campeonato Espanhol, dia 18 de maio.

- Sabia que seria um período meio largo, mas sempre com aquele medinho... Primeiro de ficar fora, que eu não gosto de jeito nenhum. E depois, claro, a Copa do Mundo. Mas daqui a três semanas estarei de volta e espero que possa jogar o último jogo do Barcelona - disse.


Neymar admite

Segundo o Barcelona, Neymar sofreu um edema no quarto metatarso do pé esquerdo durante a derrota por 2 a 1 para o Real Madrid na final da Copa do Rei, quarta-feira. Porém, o craque afirmou que já sabia da lesão antes da partida:

- Foi uma inflamação, que já vem há algum tempo. O máximo que eu consegui foi ir até esse jogo. Incomodou bastante, tanto que eu mal conseguia pisar depois do jogo. Agora é recuperar.

Caso não se recupere a tempo de voltar no Espanhol, Neymar só voltaria a atuar pela Seleção após a convocação para a Copa do Mundo. O time de Luiz Felipe Scolari fará dois amistosos (Panamá, 3 de junho; e Sérvia, 6 de junho) antes da estreia no Mundial com a Croácia, em 12 de junho.

- É horrível ficar de fora, sem treinar, sem jogar. Ver seus companheiros jogando, treinando, e você não poder fazer absolutamente nada. Não poder fazer nada é a pior sensação que tem para um jogador. Que seja feita a vontade de Deus e eu me recupere bem e o mais rápido possível. Com apetite eu estou sempre, ainda mais pra uma Copa. Força de vontade, gana para jogar a Copa não vai faltar não - disse o camisa 10 da Seleção.

Fonte: G1