Neymar causa tumulto ao desembarcar em Londres e surpreende policial: Quem é ele?

Neymar causa tumulto ao desembarcar em Londres e surpreende policial: Quem é ele?

Nesse trajeto, ele falou rapidamente com a imprensa e foi questionado se já se sentia atleta olímpico.

Com 1h30m de atraso, a seleção brasileira desembarcou no início da tarde desta terça-feira em Londres para a busca do inédito ouro olímpico. Cerca de 30 torcedores, além de dezenas de jornalistas, aguardavam a delegação no aeroporto e fizeram um grande tumulto quando perceberam a presença de Neymar. O atacante precisou ser escoltado por oito pessoas desde a sua chegada ao setor de desembarque, uma distância de 200 metros. Nesse trajeto, ele falou rapidamente com a imprensa e foi questionado se já se sentia atleta olímpico. Neymar foi sucinto em meio ao empurra-empurra entre torcedores, policiais e jornalistas:

- Estou, claro. Estou muito feliz. É sempre um prazer representar a Seleção.

O tumulto causado surpreendeu até mesmo alguns policiais que faziam sua proteção. Após Neymar conseguir entrar no ônibus, um deles perguntou aos jornalistas:

- Quem é ele?

Outro policial, que conhecia Neymar, apenas ficou sabendo da escolta momentos antes do desembarque.

- Soube que é ele (Neymar) agora. Foi até engraçado e diferente para a gente.

Segundo a assessoria de imprensa da CBF, os jogadores não falaram a pedido da própria segurança do aeroporto. Sexta, o time de Mano Menzes terá um amistoso, às 19h45m (15h45m de Brasília), contra a Grã-Bretanha, na cidade de Middlesbrough. O técnico brasileiro já divulgou a escalação para o confronto: Rafael Cabral; Rafael, Juan, Thiago Silva e Marcelo; Sandro, Romulo e Oscar; Neymar, Hulk e Damião

O Brasil estreia nas Olimpíadas em 26 de julho contra o Egito, em Cardiff (País de Gales). Três dias depois, enfrenta a Bielorrússia, em Manchester. O último jogo da primeira fase é contra a Nova Zelândia, em Newcastle, em 1º de agosto. Se avançar em primeiro lugar, o time canarinho enfrentará nas quartas de final o segundo colocado do Grupo D, que tem Espanha, Japão, Honduras e Marrocos. Se ficar na segunda posição, a Seleção pegará o líder da chave D.

Fonte: Globo Esporte