Neymar e Ganso buscam título inédito em primeiro Brasileiro "à vera"

Neymar e Ganso buscam título inédito em primeiro Brasileiro "à vera"

Dupla disputará quarta edição da competição, mas "debutará" colocando o campeonato como principal objetivo da temporada, depois da consagração

Neymar, 20 anos, e Paulo Henrique Ganso, 22. A idade aponta para dois atletas ainda inexperientes no futebol, mas o currículo de títulos mostra rodagem: três Paulistões, uma Libertadores, uma Copa do Brasil e um vice Mundial. No Brasileirão, porém, será a primeira vez dos craques "à vera". Na verdade os dois amigos já atuaram juntos por três vezes na competição nacional, mas nesta quarta oportunidade eles "debutarão" com chance real de levar o título, pois encaram o torneio como objetivo principal.

Na estreia de verdade, em 2009, os dois não passavam de promessas, e o time do Peixe sequer tinha chances de figurar na parte de cima da tabela. Tanto que, sob o comando de Vanderlei Luxemburgo, a dupla ficava muitas vezes no banco de reservas.

No ano seguinte, com o título da Copa do Brasil e a vaga assegurada na Libertadores, o Santos deu pouca atenção ao Brasileirão. E em 2011, depois de ser campeão continental, o time passou a focar no Mundial de Clubes, e largou mão, novamente, de focar no torneio nacional.

Este ano, o Santos vai estrear com seu time titular na sexta rodada - domingo, diante do Coritiba, às 18h30, na Vila Belmiro. Nos cinco jogos anteriores, com reservas, foram três empates e duas derrotas por 1 a 0 - para São Paulo e Flamengo. O Alvinegro é o 17ª colocado, com três pontos, e terá agora seus craques pela primeira vez 100% focados em levar o inédito título para o currículo deles, com ambos já consagrados. Ainda sem Ganso, que terá de parar por um trabalho de reequilíbrio muscular, Neymar deverá ser a referência do Peixe diante do Coxa.

É verdade que os Jogos de Londres, em julho, podem deixar a dupla longe do Peixe (Rafael é outro nome praticamente certo no time de Mano Menezes), principalmente se a Seleção chegar até as finais. O torneio será disputado entre 25 de julho e 11 de agosto (no dia 6 de julho, o treinador anunciará a lista dos convocados).

Mas o ano de 2007, quando o Alvinegro foi eliminado na mesma semifinal da Libertadores e foi vice-campeão, fazendo campanha de recuperação, além do retrospecto de Muricy Ramalho na competição, treinador mais vencedor na era dos pontos corridos, credenciam o Peixe a disputar o título.

"Mestre" nesta fórmula, Muricy tem quatro títulos e média de 1,73 pontos por partida, em seus 348 jogos no Brasileirão - em aproveitamento, só perde para Cristóvão Borges, técnico do Vasco, mas que só tem 24 partidas pelo Brasileirão, com média 1,96 pontos por jogo. As informações são do matemático Tristão Garcia.

Fonte: GloboEsporte.com