Neymar é intimado para depor sob acusação de corrupção e fraude

Ele pode pegar até 8 anos de prisão ou uma multa milionária.

Neymar continua em situação complicada com a Justiça da Espanha. Se dentro do campo ele é bastante disputado pelos times por conta do seu domínio com a bola, fora dele ele terá que se explicar pelo crime de corrupção. A justiça intimou o jogador a depor sobre o caso que investiga a sua polêmica contratação para o Barcelona.

A audiência ocorrerá no dia 2 de fevereiro onde o atacante é suspeito por corrupção privada e fraude. O pai do brasileiro, Neymar da Silva Santos e a mãe Nadine Gonçalves da Silva Santos também serão ouvidos no mesmo dia.

Antes de Neymar, a Justiça vai colher os depoimentos de Sandro Rosell, ex-presidente do Barcelona, representantes dos Santos e a empresa que representa Neymar (N&N Consultoria Esportiva e Empresarial).

Os problemas extracampo nasceram de um processo aberto pela DIS, que gerenciava parte dos direitos econômicos de Neymar quando ele ainda era jogador do Santos. Se uma possível condenação máxima ocorrer, Neymar poderia pegar até oito anos de prisão. A outra opção seria uma multa milionária.

Além de Neymar, os dirigentes do Barcelona acabaram acusados de delito fiscal. O ex-presidente do clube, Sandro Rosell, pode acabar preso por até sete anos e desembolsar 25 milhões de euros (R$ 107,5 milhões) como multa.

Neymar está em dívidas com a Justiça (Crédito: Reprodução)
Neymar está em dívidas com a Justiça (Crédito: Reprodução)


Fonte: Com informações do Brasil Post