Neymar faz 100º gol, mas Palmeiras vira sobre Santos

Neymar faz 100º gol, mas Palmeiras vira sobre Santos

O resultado deixa o Palmeiras na terceira colocação da tabela, com 11 pontos

A festa de 20 anos do atacante Neymar ficou perto de estar completa, mas o Palmeiras estragou a comemoração. Neste domingo, no aniversário do jogador, o Palmeiras conseguiu virada por 2 a 1 contra o Santos em Presidente Prudente, clássico válido pela quinta rodada do Campeonato Paulista. Neymar já havia marcado tento de cabeça, seu 100º gol como profissional, contando partidas por Santos, Seleção principal e Brasil Sub-20. Fernandão e Maranhão (contra), porém, deram números finais ao jogo.

O resultado deixa o Palmeiras na terceira colocação da tabela, com 11 pontos, mas ainda pode ser ultrapassado por São Paulo o Ponte Preta. Já o Santos, que segue somente com uma vitória no Paulista, é o nono, com seis pontos.

O time de Muricy Ramalho volta a campo na próxima quinta-feira, às 21h, contra o Botafogo de Ribeirão Preto fora de casa. Já o Palmeiras recebe o XV de Piracicaba às 22h no Pacaembu, partida que será disputada na quarta-feira.

Para enfrentar o vice-campeão mundial, o técnico Luiz Felipe Scolari apostou em um meio de campo forte na marcação, que contou com as presenças de Márcio Araújo, Marcos Assunção e João Vitor. No ataque, Fernandão foi o centroavante escolhido, e foi municiado por Luan e Valdivia. Já o Santos teve como desfalque o zagueiro Edu Dracena, lesionado, que deu lugar a Bruno Rodrigo. Na lateral direita, Maranhão foi o titular, e Pará precisou atuar na esquerda.

O jogo

A partida começou movimentada, ainda que os goleiros não precisassem trabalhar muito no forte calor de Presidente Prudente. Aos 6min, Valdivia deu bom passe para Luan, e Rafael deixou o gol para fazer o corte. Na sequência, a bola sobra para Fernandão, que não completou. O Palmeiras tinha um início melhor de jogo, enquanto o Santos buscava reencontrar seu entrosamento.

O time alvinegro demonstrou que começava a se achar em campo aos 20min, em jogada trabalhada por Ganso e Neymar que terminou com finalização forte e cruzada de Elano, espalmada por Elano. Eram raros os chutes que chegavam aos goleiros. Aos 26min, Marcos Assunção tentou quebrar a regra e obrigou Rafael a espalmar cobrança de falta.

A partida seguiu truncada no calor prudentino. O Santos tentava trocar passes para entrar na área alviverde e falhava. O Palmeiras buscava passes em profundidade e esbarrava na defesa adversária. Aos 40min, Valdivia sentiu lesão muscular, sua segunda no ano, e deixou o jogo para a entrada de Daniel Carvalho. Três minutos depois, o meia por pouco não fez um golaço, ao entrar na área driblando e finalizando na saída de Rafael.

No segundo tempo, o Santos fez sua primeira alteração, sacando Borges para a entrada de Alan Kardec. O Palmeiras não substituiu novamente, mas voltou com uma postura mais animada, e o time alviverde chegava bem ao ataque e marcava a saída do rival. Aos 11min, Marcos Assunção teve chance de abrir o placar em cobrança de falta, mas a bola saiu por cima do travessão.

Pouco a pouco o Santos voltou para a partida, e passou a encurralar o Palmeiras na defesa. Para dar novo fôlego, Muricy lançou Ibson no lugar de Elano, que deixou o gramado aplaudido. Quem conseguiu a melhor chance da partida, porém, foi o time alviverde. Aos 21min, Marco Assunção lançou bola para a esquerda, Luan chegou para completar e Rafael saiu bem do gol para afastar.

Cinco minutos depois, não houve como manter o placar inalterado. Ganso cobrou falta pela direita e da pequena área cabeceou para marcar seu centésimo gol na carreira. Para tentar reagir, Felipão pôs Ricardo Bueno no lugar de Cicinho, e teve início a reação alviverde.

Aos 44min, Marcos Assunção cobrou escanteio fechado e Fernandão cabeceou para o gol. Três minutos depois, Juninho recebeu bola pela esquerda, tentou cruzamento e viu Maranhão desviar a bola contra a própria meta, dando a vitória ao Palmeiras.

Fonte: Terra