Neymar faz 2, Brasil goleia frágil Bolívia e vence a primeira partida com técnico Felipão por 4 a 0

Neymar faz 2, Brasil goleia frágil Bolívia e vence a primeira partida com técnico Felipão por 4 a 0

Além de Neymar e Damião, chamaram atenção as atuações de Jean e Jadson,

Depois de enfrentar adversários difíceis - Inglaterra, Itália e Rússia -, a Seleção Brasileira teve um adversário mais frágil neste sábado e aproveitou a chance de voltar a vencer. Em Santa Cruz de la Sierra, a equipe nacional goleou a Bolívia por 4 a 0, com dois gols de Neymar, um de Leandro Damião e outro de Leandro. O time, formado apenas por atletas que atual no Brasil, foi responsável pela primeira vitória do técnico Luiz Felipe Scolari em seu retorno à Seleção.

Além de Neymar e Damião, chamaram atenção as atuações de Jean e Jadson, que se entenderam pela direita e formaram uma dupla perigosa. Ronaldinho também se destacou na armação de jogadas pelo centro. Já Alexandre Pato, que entrou após o intervalo e criou grandes expectativas, viu o Brasil atuar de maneira mais acomodada e não conseguiu se destacar. Agora a Seleção Brasileira viverá a expectativa pela convocação para a Copa das Confederações.

O jogo já ficou tranquilo para o Brasil aos aos 3min. Ronaldinho Gaúcho fez lançamento para Jadson, que passou para Jean. Volante improvisado, ele foi para linha de fundo como um legítimo lateral e tocou rasteiro para Leandro Damião, que se antecipou ao zagueiro e finalizou para o gol sem problemas. Logo depois, Ronaldinho teve a chance de marcar o seu, após passe de Neymar, mas chutou fraco de dentro da área.

A marcação da Bolívia era fraca, quase ingênua, por isso o Brasil não tinha qualquer dificuldade para criar chances. Em uma cobrança de falta, aos 8min, três jogadores ficaram livres, mas não conseguiram fazer o segundo gol. Logo depois, Neymar recebeu bom passe de Ronaldinho e finalizou na trave. Três minutos depois, Damião chutou de dentro da área e só não marcou de novo porque um defensor tirou a bola em cima da linha.

O Brasil diminuiu o ritmo na sequência e até mostrou displicência, mas mesmo assim marcou dois gols com Neymar: primeiro, aos 31min, Ronaldinho recebeu a bola fora da área e acertou um belo passe para ele, que finalizou sozinho. Já aos 41min, o passe perfeito foi de Jadson, com finalização tranquila, de esquerda, feita pelo camisa 11 do Brasil, que fechou o placar do primeiro tempo.

Para a etapa final Felipão tirou os dois jogadores que fizeram gols e colocou Osvaldo e Alexandre Pato. Porém, o novo ataque mostrou pouca eficiência e criatividade em campo. Tanto que a primeira chance de gol mais contundente só saiu aos 22min e foi elaborada pela Bolívia: Marcelo Moreno recebeu cruzamento da esquerda, subiu mais que Réver e cabeceou com perigo, mas para fora. Empolgado com o lance, o atacante do Grêmio ainda teve outra oportunidade aos 28min, mas, de frente para Jefferson, chutou para fora.

Mesmo mais acomodado, o Brasil ainda conseguiu assustar a defesa boliviana até o fim. Jadson, por exemplo, teve o gol livre pela frente, mas mandou a bola para longe. Depois, aos 41min, foi a vez de Osvaldo ter boa chance pela esquerda, após fazer individual pela esquerda, mas Galarza defendeu. Até que, aos 46min, saiu um golaço: após rápida tabela entre Pato e Osvaldo, o palmeirense Leandro finalizou de dentro da pequena área e marcou logo na sua estreia pela Seleção.







Fonte: Terra