Neymar faz aparição-relâmpago em treino da Seleção em Goiânia

Neymar faz aparição-relâmpago em treino da Seleção em Goiânia

Ao chegar no local, Neymar deu um abraço longo em Felipão

Depois de desembarcar de Barcelona na tarde desta terça-feira, o atacante Neymar pegou um helicóptero e chegou em Goiânia a tempo de participar do treino da tarde desta terça-feira no CT Edmo Pinheiro, no Parque Anhanguera. O jogador entrou no campo às 16h05, pouco depois de o grupo da Seleção iniciar a atividade, mas ficou apenas por 10 minutos. Depois, fez trabalho muscular na academia do clube.

Ao chegar no local, Neymar deu um abraço longo em Felipão, falou rapidamente com o assistente técnico Flavio Murtosa e ficou conversando com Daniel Alves, seu novo companheiro de equipe. A rodinha de bobinho tinha acabado de começar, e Neymar, calçando tênis e depois de uma rápida interação na brincadeira dos colegas, passou a correr em volta do gramado. Na sequência, deixou o campo para o trabalho de musculação.

A comissão técnica brasileira informou via assessoria de imprensa que não havia um horário estipulado para o retorno de Neymar. Bastava ele chegar nesta terça-feira. Porém, desde a liberação para a apresentação no Barcelona, Felipão esperava contar com o jogador já na tarde desta terça.

A previsão inicial era de que Neymar deixasse Barcelona na noite da própria segunda-feira e chegasse a Goiânia na manhã desta terça, perdendo apenas a atividade ocorrida às 10h (de Brasília) na Serrinha. Porém, um atraso no voo de ida do jogador à Espanha fez com que, por uma questão burocrática relativa ao setor aéro espanhol, o mesmo avião só pudesse partir pela manhã de volta ao Brasil.

Neymar finalmente chegou a Goiânia por volta das 15h (de Brasília) ao pousar de helicóptero em uma área próxima ao CT do Goiás, para onde partiu imediatamente. A atividade estava marcada para o mesmo horário, mas foi adiada em meia hora por conta do atraso na atividade de manhã. Os demais jogadores entraram em campo pouco antes das 16h depois de um trabalho físico comandado por Paulo Paixão. Cinco deles foram poupados: David Luiz, Oscar, Marcelo, Fred e Bernard.

Fonte: Terra