Neymar minimiza nova maratona de jogos por Santos e a seleção

Neymar minimiza nova maratona de jogos por Santos e a seleção

Além de descansado, Neymar terá novos companheiros para a temporada.

Em ano em que a seleção brasileira disputa a Copa das Confederações e tem marcado diversos amistosos contra grandes seleções do mundo, Neymar deverá ter diversas convocações que o afastarão do Santos, assim como em 2012. Porém, se tiver que jogar em dias consecutivos, como chegou a fazer no último ano, ele diz que não vê problema: ?Todo esforço é válido, porque eu gosto muito de fazer o que eu faço?, declarou, em entrevista à TV Globo.

?Se tiver que jogar quarta-feira e quinta-feira não vejo problema?, afirmou, lembrando que em 2012 ele chegou a viajar de jatinho após um amistoso da seleção na Suécia para defender o Santos um dia depois. Segundo o atacante, ele chega descansado para a temporada, após férias de um mês.

Além de descansado, Neymar terá novos companheiros para a temporada. Com a chegada de Montillo e Marcos Assunção, entre outros, ele afirma que o time terá todas as chances de fazer um grande campeonato.

?O time nunca foi dependente de mim. Desde o ano passado há jogadores de qualidade aqui, só nos reforçamos. O ano é longo, há vários campeonatos e vamos precisar de todos os jogadores. O elenco todo tem chance de atuar?, disse o camisa 11 do Santos.

O primeiro torneio do Santos no ano é o campeonato paulista, no qual a equipe busca um inédito tetracampeonato. Para Neymar, o torneio será disputado, mas vê o Santos com boas chances. ?É um titulo diferente, mas a caminhada é longa. Tem vários times bem montados com grandes jogadores ,será um dos melhores campeonatos paulistas da história?, apostou.

O jogador finalizou a entrevista afirmando que, apesar da derrota no prêmio Puskas de gol mais bonito do ano pela Fifa, tem como objetivo disputar o prêmio novamente em 2013. ?Quero estar na briga de novo ano que vem. Desta vez, qualquer um que ganhasse estava de bom tamanho?, declarou. O vencedor de 2012 foi o eslovaco Stoch, do Fenerbahce.

Fonte: UOL