Neymar omitiu R$ 583 mil aos 15 anos de idade, diz Receita Federal

Jogador foi denunciado por sonegação e falsidade ideológica.

O Ministério Público Federal denunciou Neymar por falsidade ideológica e sonegação de impostos. O jogador, que divulgou contratos e questionou um promotor em seu site oficial, omitiu rendimentos de R$ 583 mil aos 15 anos de idade,  ainda quando estava no Santos. 

De acordo com as investigações, foram omitidos  R$ 583.324,60 que rendeu duas multas que, juntas,  chegam a R$ 460 mil. A defesa do jogador entrou com um pedido de anulação que foi derrubado pela Justiça Federal. Aos 15 anos,  assinou contrato com o Santos que permitia uma ajuda de custo, variando de R$ 2 a R$ 3 mil.

Esse acerto era muito mais vantajoso financeiramente. Por ele, a NR Sports, titular da imagem do atacante, receberia R$ 1.780.333,30 até 2011 – em 2010, quando Chelsea ofereceu 30 milhões de euros ao Santos e Neymar decidiu ficar no Brasil, outro contrato foi assinado, cancelando o anterior.

A Receita mirou os ganhos entre janeiro de 2007 e abril de 2008, dois meses após Neymar se profissionalizar no Santos. Para o Fisco, o dinheiro tinha natureza salarial por manter valores semelhantes e pagamento periódico.

Jogador Neymar (Crédito:  REUTERS/Sergio Perez))
Jogador Neymar (Crédito: REUTERS/Sergio Perez))




Fonte: Com informações do Globo Esporte