Neymar pede absolvição no STJD para tentar brigar pela artilharia

Neymar pede absolvição no STJD para tentar brigar pela artilharia

Com os três gols marcados no último sábado, Neymar chegou a 12 na competição

Após brilhar na goleada do Santos diante do Cruzeiro por 4 a 0, marcando três gols na partida, o atacante Neymar corre o risco de desfalcar a equipe na próxima rodada do Campeonato Brasileiro, diante do Atlético-GO, neste sábado, no estádio Bezerrão, no Distrito Federal. Isso porque, o Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD) marcou para a próxima quinta-feira o julgamento do recurso da suspensão que o craque santista sofreu no último dia 17.

O atacante, que atuou apenas 14 jogos na competição devido às convocações para a seleção brasileira, quer jogar todas as partidas do Santos na reta final do Brasileiro e brigar com Fred, Luis Fabiano e companhia pela artilharia, única meta que pode ser alcançada pelo craque na competição, já que sua equipe não briga por mais nada. Com os três gols marcados no último sábado, Neymar chegou a 12 na competição. O camisa 9 do Fluminense, artilheiro do Brasileiro, marcou 17.

?Eu quero jogar todos os jogos. Espero que não me punam. Eu não tenho intenção de machucar ninguém, ainda mais um cara que foi companheiro meu, por quem tenho um carinho grande. Mas o que eles (membros do STJD) decidirem está decidido?, afirmou Neymar.

Neymar pegou dois jogos de suspensão em julgamento no STJD. O craque santista, que foi denunciado no artigo 254-A do Código Brasileiro (agressão física ao adversário) por se desentender com Pará em jogo contra o Grêmio, em Porto Alegre, no dia 30 de setembro, poderia pegar de quatro a 12 jogos de suspensão.

Como já cumpriu suspensão pelo cartão vermelho na partida contra o Internacional na rodada seguinte da suspensão, Neymar pode desfalcar o Santos em mais uma partida. O clube conseguiu efeito suspensivo após o julgamento e já adiou a punição do craque santista em três semanas.

Neymar foi expulso aos seis minutos do segundo tempo da partida entre Grêmio e Santos, no Olímpico. O atleta deu um pisão em Pará após receber uma rasteira do lateral, que pertence ao time da Vila Belmiro, mas está emprestado a equipe gaúcha. Pará também foi julgado pela rasteira em Neymar, mas foi apenas advertido.

Fonte: UOL