Neymar precisa de um gol para se igualar a artilheiros históricos

O atacante do Barcelona precisa de um gol contra o Peru.

Pelé, Ronaldo, Zico, Romário e Neymar. Essa é a ordem histórica de artilheiros da seleção brasileira. O quinto colocado é o astro da atual equipe, o foco de esperança de uma vitória sobre o Peru, às 22h desta terça-feira.

À frente do atacante do Barcelona estão nomes eternizados no futebol mundial. Quatro jogadores que demonstraram poder de decisão em momentos importantes como, por exemplo, as eliminatórias para a Copa do Mundo. Nenhum deles demorou mais do que duas partidas para fazer seus primeiros gols no torneio. Romário e Ronaldo marcaram logo em suas estreias. Pelé e Zico no segundo jogo de cada um.

A primeira vez de Neymar não foi das melhores. No empate por 1 a 1 com a Argentina, na última sexta-feira, ele não teve boa atuação e viu Lucas Lima garantir o empate. Para manter a escrita desse “Top 5” de craques nas eliminatórias, o atacante tem pela frente o Peru, adversário que já sentiu na pele, em 2015, suas habilidades.

Image title

Image title


Fonte: Com informações do Globo Esporte