"Ninguém vai dar pancada no Neymar", avisa técnico do Guarani

Segundo Vadão, astro santista não sofrerá com uma possível marcação desleal

Guarani e Santos iniciam no próximo domingo a decisão do Campeonato Paulista. Pelos lados do time campineiro, o assunto não poderia ser outro: como parar Neymar. O jovem santista tem feito a diferença a favor de seu time nos últimos jogos e isso preocupa os jogadores e membros da comissão técnica do Guarani.

Sabendo da eficiência de Neymar, o técnico do Guarani, Oswaldo Alvarez, o Vadão, afirmou que é preciso ter atenção especial com o jovem santista. Apesar disso, o treinador descartou se utilizar do artifício da violência para parar Neymar nos jogos das finais, principal arma dos times que têm enfrentado o Santos nos últimos jogos.

"O Neymar pode ficar tranquilo que aqui (no Guarani) ninguém vai dar pancada nele. Iremos sim armar alguma estratégia para marcá-lo, diminuindo seu espaço de ação, mas não apelando para a violência. O Neymar é o maior patrimônio do futebol brasileiro", disse Vadão em entrevista à Rádio CBN de Campinas.

Vadão tem bastante conhecimento de causa para falar sobre jovens talentos.

O treinador foi o responsável por lançar no cenário nacional dois jogadores que já chegaram a ser eleitos melhores do mundo. Na década de 90, Vadão comandava o Mogi Mirim e lançou Rivaldo para o futebol. Quase dez anos depois, no São Paulo, o comandante lançou o jovem Kaká.

A Federação Paulista de Futebol (FPF) vai definir os locais e horários dos jogos das finais do Paulista nesta quarta-feira. Mesmo sabendo que a FPF é a detentora dos mandos de campo nas finais, Vadão quer um dos jogos no Estádio Brinco de Ouro, em Campinas.

"O direito é da FPF, mas temos que ter coerência neste sentido. O torcedor do Guarani merece a final aqui e esperou por esse momento há muito tempo", finalizou.

Fonte: Terra, www.terra.com.br