No Beira Rio, Inter e Santos ficam no zero a zero

No Beira Rio, Inter e Santos ficam no zero a zero

Com um a menos, "remendado" Santos segura empate sem gols com Inter

O Santos perde (e muito) com as ausências de Neymar, Paulo Henrique Ganso e Rafael, que deixaram o clube para defender a Seleção Brasileira na Olimpíada de Londres. Sem o trio e o lateral esquerdo Juan durante a maior parte do segundo tempo, em virtude de um cartão vermelho polêmico, o time da Vila Belmiro conseguiu superar as dificuldades e segurar o empate sem gols com o Internacional, no Estádio Beira-Rio, em duelo válido pela 9ª rodada do Campeonato Brasileiro.

Veja reforços apresentados pelos times para a Série A

O empate dentro de casa impediu o Internacional de se aproximar do topo da tabela de classificação. A equipe comandada por Dorival Júnior chegou aos 16 pontos, seis a menos do que o líder Atlético-MG. Em contrapartida, o Santos soma nove pontos.

Depois do tropeço neste domingo diante do rival paulista, mesmo com a vantagem numérica durante boa parte da etapa final, o Internacional retorna a campo na próxima quarta-feira, quando, ás 21h50 (de Brasília), terá pela frente o Atlético-MG, no Independência. Já o remendado Santos, sem Neymar, Rafael e Paulo Henrique Ganso, encara na mesma data, mas às 19h30, o Botafogo, na Vila Belmiro.

As novidades promovidas por Dorival Júnior e Muricy Ramalho em seus respectivos times tornaram o confronto no Beira-Rio truncado nos primeiros 45 minutos. Desfalcado de jogadores como Oscar (Seleção olímpica) e D¿Alessandro, o Internacional perdeu em criatividade e mostrou muita lentidão na criação, setor sob a responsabilidade dos jovens Lucas Lima e Mike.

Ao contrário do clube colorado, o Santos procurou se retrair, ainda mais depois do lance mais polêmico da partida. Aos 2min da etapa final, o árbitro Wagner do Nascimento Magalhães assinalou falta de Juan em Lucas Lima e mostrou o segundo cartão amarelo para o lateral esquerdo santista, desfalcando o time de Muricy Ramalho até o final do jogo.

Entretanto, com um homem a menos, o Santos se soltou em campo. Bem postado na defesa - Gerson Magrão substituiu Dimba e ocupou o setor deixado por Juan -, o time paulista ameaçou em contra-ataques e bolas aéreas. Na melhor chance do jogo, aos 22min, Felipe Anderson cruzou na medida para Henrique desviar de cabeça livre. Muriel, bem colocado, fez a defesa.

Fonte: Terra