Flamengo e Portuguesa empatam por 0 a 0 com ataques sem inspiração

Flamengo e Portuguesa empatam por 0 a 0 com ataques sem inspiração

Embalado pela classificação à semifinal da Copa do Brasil, o Flamengo mandou força máxima para a partida no Ceará,

Em mais um jogo realizado fora do Canindé, a Portuguesa ficou no empate por 0 a 0 com o Flamengo na tarde deste domingo, no Estádio Castelão, em Fortaleza. Principalmente na etapa inicial, faltou inspiração para os ataques e ambição para os dois times. Na segunda etapa, a Portuguesa melhorou e teve até um pênalti a reclamar, mas o lance de mão na área não foi marcado pelo árbitro gaúcho Anderson Daronco. Foi o sexto empate consecutivo em jogos entre as duas equipes no Brasileiro.

Embalado pela classificação à semifinal da Copa do Brasil, o Flamengo mandou força máxima para a partida no Ceará, inclusive com o meia Elias escalado desde o início. As oportunidades para ameaçar Lauro, porém, foram escassas. No lance de maior perigo, pela bola aérea, o travessão salvou o goleiro da Portuguesa.

Depois de somar um ponto, o Flamengo fica com 41 na tabela e se mantém na 11ª posição. Volta a pensar nas possibilidades de ir à Libertadores via Copa do Brasil, já que visita o Goiás na próxima quarta-feira. A Portuguesa, por sua vez, foi até 38 e aumentou em um ponto sua distância para a zona do rebaixamento, que agora é de cinco.

Durante a semana, os jogadores da Portuguesa chegaram a divulgar um manifesto com reclamações à diretoria do clube por conta de salários atrasados. Segundo eles, nem mesmo os mandos vendidos, como o deste domingo a empresários cearenses, serviu para amenizar os problemas financeiros junto ao elenco.

Felipe e Lauro asseguram o empate sem gols

Em Fortaleza, o primeiro tempo foi de poucas emoções para os torcedores cearenses que se dirigiram ao Castelão. Melhor tecnicamente, o Flamengo teve a iniciativa do confronto, mas a Portuguesa se armou para tentar resolver nos contra-ataques. A melhor chance do time paulista ocorreu aos 33min. Bruno Henrique chutou cruzado e assustou Felipe.

Já o goleiro da Portuguesa, Lauro, teve que trabalhar em duas ocasiões. Aos 36min, em batida cheia de curva, João Paulo assustou. Pouco depois, o inspirado Hernane teve oportunidade, mas também parou em Lauro.

Na etapa complementar, o Flamengo voltou melhor, a Portuguesa também arriscou mais e houve mais emoção para os torcedores. Aos 7min, Luiz Antônio fez bom lance e passou para André Santos desperdiçar. Com mais fôlego, o time paulista se recuperou e teve motivos para reclamar da arbitragem. Em bola na área, a defesa do Flamengo tirou com a mão e o juiz deixou o pênalti passar.

Destaque da Portuguesa na competição, Gilberto teve sua oportunidade aos 21min em bom lance de Willian Arão, mas Felipe evitou o gol. O Fla reagiu na base da bola área, em lance que terminou com cabeçada de Hernane no travessão de Lauro. Nos minutos finais, o Flamengo foi mais à frente e tentou o gol, mas Lauro novamente parou Hernane.

Fonte: Terra