No clássico de veteranos, Botafogo vence o Vasco por 3 a 2 no Maracanã e volta à liderança

No clássico de veteranos, Botafogo vence o Vasco por 3 a 2 no Maracanã e volta à liderança

Os gols da vitória foram marcados por Rafael Marques, duas vezes, e ainda por Seedorf

O vascaíno Juninho Pernambucano teve ótima atuação e ficou, mesmo lesionado, até o fim. Mas o domingo, no clássico de veteranos, foi do botafoguense Clarence Seedorf. Com Rafael Marques inspirado nas finalizações e sob o ritmo de mais uma atuação exuberante do camisa 10 holandês, o líder Botafogo levou a melhor sobre o Vasco em 3 a 2 no grande clássico disputado no Maracanã para cerca de 33 mil torcedores.

Os gols da vitória foram marcados por Rafael Marques, duas vezes, e ainda por Seedorf, que regeu uma atuação convincente do Botafogo, absoluto na ponta após 11 rodadas. André marcou duas vezes para o Vasco, e ainda marcou um terceiro, anulado de maneira polêmica por Wagner do Nascimento Magalhães.

Em um fim de semana que o Bahia não foi a campo, o Internacional empatou e o Coritiba perdeu, a liderança do Campeonato Brasileiro ficou ainda mais nas mãos do Botafogo, agora com 23 pontos. O perseguidor mais próximo é o Cruzeiro, com 21 pontos. O Vasco, derrotado pela primeira vez com Dorival Júnior, cai um posto: com 19, é o 10º colocado.

Seedorf comanda e Rafael Marques, com dois gols, dá vitória ao Botafogo

Com sua formação ideal, exceção feita ao desfalque já de algumas rodadas do lateral Lucas, o Botafogo mandou no jogo desde os primeiros minutos no Maracanã. Com Lodeiro, Vitinho e Rafael Marques, desperdiçou a oportunidade de marcar no início da partida. O Vasco teve sua resposta em falta cobrada por Juninho pela esquerda que André cabeceou para o fundo das redes. O lance foi difícil, mas a arbitragem assinalou impedimento.

Segundos depois, a resposta do Botafogo foi certeira. Gabriel chutou de fora da área e Rafael Marques, em lance também difícil, parou a bola e colocou para o fundo das redes. Neste lance, porém, foi possível notar a condição legal do atacante botafoguense.

Criticado por suas últimas atuações, Diogo Silva fazia o possível com boas defesas em uma partida dominada pelo Botafogo, mas não impediu o segundo aos 29min. Vitinho deu um presentão para Seedorf, que desceu às costas de Nei e, livre, tocou com extrema categoria sobre Jefferson para a alegria botafoguense no Maracanã.

Depois de Vitinho ficar no quase em mais duas jogadas, o Vasco se inspirou na boa atuação de Diogo Silva para diminuir em um belo gol. Pedro Ken recuperou no meio e passou para Eder Luís, que serviu Juninho Pernambucano. O veterano girou sobre a marcação e serviu para André, com gol vazio, minimizar o prejuízo aos 44min.

A reação teve sequência para o Vasco assim que o segundo tempo começou. Com 3min, Pedro Ken serviu Eder Luís, que acertou a trave. André estava atento ao rebote e, mesmo sem ângulo, conseguiu se esticar para selar o empate. Parecia ser a reação do Vasco para uma possível virada, mas foi apenas a senha para o Botafogo fazer o terceiro.

De novo às costas de Nei, o líder da Série A encontrou espaço. Rafael Marques dominou e, com grande categoria, deixou o marcador no chão antes de chutar no ângulo de Diogo Silva. O Botafogo, depois de permitir o empate, conseguiu controlar melhor com o 3 a 2 no placar e praticamente não foi mais ameaçado. Lodeiro até perdeu duas boas chances.

O Vasco ainda assustou com Juninho, de longe, no fim. Mas uma semana depois de permitir o empate para o Flamengo aos 48min do segundo tempo, o Botafogo se segurou e segue líder do Brasileiro com mais uma vitória.

Fonte: Terra