Decisão: No novo Independência, América-MG e Galo revivem final 11 anos depois

Alvinegro chega com vantagem de dois empates, mas abalado por eliminação na C. do Brasil. Já o Coelho está embalado por duas vitórias sobre o Cruzeiro

Momentos distintos, pensamentos iguais. América-MG e Atlético-MG iniciam, a partir das 16h (de Brasília), o primeiro round da luta para saber quem será o campeão mineiro de 2012. Enquanto o Galo junta os cacos pela eliminação na Copa do Brasil, o Coelho quer manter o bom momento, já que eliminou o rival Cruzeiro, atual campeão, com duas vitórias nas semifinais.

O significado da conquista também é diferente para ambos. O América-MG sonha em contemplar o torcedor com o título no ano do centenário, comemorado na última segunda-feira. Já o Atlético-MG vislumbra o estadual como a chance de salvar o semestre, além de ser questão de obrigação a conquista, como o próprio presidente do clube salientou no início da temporada.

Outro detalhe é que o Coelho volta a decidir um título Mineiro depois de 11 anos, e novamente contra o alvinegro. Em 2001, o Coelho venceu a primeira partida por 4 a 1, e na volta perdia por 3 a 0 até os 32 minutos da etapa final, quando Alessandro, que estará em campo nesta tarde, marcou o gol do título dando números finais ao confronto: 3 a 1 para o Galo, mas festa alviverde.

Neste ano, o palco da decisão será um caso à parte. Depois de quase dois anos, os times se enfrentarão no Independência, estádio que os clubes travaram uma batalha verbal após o Atlético-MG se tornar parceiro comercial da empresa que administra a arena. O América-MG é o clube arrendatário do estádio.

A partida terá arbitragem do alagoano Francisco Carlos do Nascimento, que será auxiliado por Alessandro Álvaro Rocha de Matos, da Bahia, e Dibert Pedrosa Moisés, do Rio de Janeiro.


No novo Independência, América-MG e Galo revivem final 11 anos depois

América-MG: o técnico Givanildo Oliveira só tem uma dúvida para esta partida. O zagueiro Everton Luiz sente dores no tornozelo. Se ele ficar de fora, Lula vai para o jogo. No mais, será o mesmo time que bateu o Cruzeiro na semifinal. O Coelho terá: Neneca; Rodrigo Heffner, Gabriel, Everton Luiz (Lula) e Bryan; Dudu, Leandro Ferreira, Moisés e Rodriguinho; Alessandro e Fábio Júnior.

Atlético-MG: por conta dos desfalques, o técnico Cuca terá que alterar a equipe mais uma vez. A tendência é que o volante Serginho seja titular no meio-campo. O atacante Guilherme ainda é dúvida, já que se recuperou do estiramento na panturrilha esquerda. O provável time será formado por Giovanni; Marcos Rocha, Réver, Lima e Richarlyson; Pierre, Serginho, Escudero (Guilherme), Bernardo e Danilinho; André.


No novo Independência, América-MG e Galo revivem final 11 anos depois

América-MG: o Coelho só não contará com o zagueiro Anderson, contundido, e o meia Gilberto, que não foi inscrito no Mineiro.

Atlético-MG: os volantes Leandro Donizete, com dores musculares, e Fillipe Soutto, com estiramento no ligamento colateral do joelho direito, estão vetados. Já o meia Wesley, com edema na coxa esquerda, deve estar à disposição somente para o segundo jogo das finais. O atacante Neto Berola, com fratura por estresse na bacia, está vetado.

Fonte: GloboEsporte.com