No reencontro com Muricy, São Paulo empata com Palmeiras

O jogo ficou aberto, mas as duas equipes erraram passes e desperdiçaram contra-ataques

 O reencontro entre São Paulo e Muricy Ramalho terminou sem gols. Jogando no Morumbi, o time da casa empatou por 0 a 0 com o Palmeiras e viu a distância com o rival alviverde permanecer em quatro pontos.

A equipe do Palestra Itália segue na liderança, com 41 pontos, enquanto o São Paulo continua na terceira colocação, com 37 pontos, mas ainda pode ser ultrapassado pelo Internacional. A primeira boa chance da partida saiu para o Palmeiras.

Aos 4min, Rogério Ceni bobeou ao dominar bola recuada, e Armero chutou à esquerda da trave são-paulina após cruzamento de Diego Souza. As duas equipes marcavam a saída de bola, mas o Palmeiras se saía melhor nesta estratégia. O São Paulo apareceu bem pela primeira vez aos 12min, em contra-ataque puxado por Washington. No minuto seguinte, Dagoberto driblou a zaga palmeirense e invadiu a área, mas foi travado no momento em que iria finalizar. O time da casa melhorou e, aos 17min, Hernanes deu ótimo passe para Dagoberto, que tocou de peito para Jorge Wagner finalizar.

Marcos fez boa defesa. A situação do Palmeiras se complicou em seguida, quando Maurício Ramos sentiu lesão muscular e precisou ser substituído por Marcão. O São Paulo ficou novamente perto de marcar aos 28min. Hernanes passou para Dagoberto, que tocou de calcanhar para Washington. O atacante bateu forte e Marcos espalmou. O ritmo do jogo caiu nos minutos finais do primeiro tempo, em que o time da casa tocou bola no campo de ataque e procurando espaços na defesa palmeirense.

O último lance ofensivo saiu com Diego Souza, que aproveitou erro de André Dias para chutar com perigo ao gol de Ceni. As equipes voltaram cautelosas depois do intervalo, tocando a bola no meio de campo. Aos 6min, Diego Souza chutou rasteiro e Rogério defendeu após desvio na zaga. O Palmeiras cresceu, e passou a apostar na bola aérea. Wendel aos 13min chutou bola cruzada com efeito e Rogério precisou espalmar no reflexo. Aos 21min, Arouca ariscou chute de fora da área e exigiu boa defesa de Marcos.

O jogo ficou aberto, mas as duas equipes erravam muitos passes e desperdiçavam contra-ataques. Aos 31min, Deyvid Sacconi deu bom passe para Armero, que chutou no canto direito. Rogério espalmou. Dois minutos depois, Diego Souza fez boa jogada individual e tocou colocado, mas mandou à esquerda do gol. Nos minutos finais, o São Paulo passou a atacar mais e chutar de fora da área, enquanto o Palmeiras apostava nas jogadas em velocidade. O time visitante fez uma pressão nos últimos instantes, alçando a bola na área, mas a defesa são-paulina garantiu o empate.

Fonte: Terra, www.terra.com.br