No sacrifício, Diego Hypolito se garante em duas finais, em Paris

Bicampeão mundial no solo, o tupiniquim foi o primeiro colocado nas eliminatórias

O ginasta brasileiro Diego Hypolito superou a torção no pé esquerdo do dia anterior e se classificou, neste sábado, para as finais do solo, sua especialidade, e do salto na etapa da Copa do Mundo de Paris. Bicampeão mundial no solo, o tupiniquim foi o primeiro colocado nas eliminatórias com a nota de 15,625 pontos. O israelense Alexander Shatilov ficou em segundo 15,250, seguido do grego Eleftherlos Kosmidis, em terceiro, 15,200 pontos.

"Competi na base da garra e da superação, pois a entorse que sofri estava incomodando muito. Minha nota de partida acabou sendo dois décimos a menos (16,50) da que costumo fazer (16,70). Mesmo assim, consegui terminar em primeiro", comemorou um dos principais nomes da ginástica verde-amarela.

No salto, Diego foi o terceiro melhor com 15,738 pontos. Após se credenciar à decisão, o atleta admitiu que se poupou para evitar o desgaste físico e comprometer sua participação na etapa parisiense. "Pretendia fazer um salto com um grau acima do que fazia (com 180 graus a mais de pirueta), mas preferi não realizá-lo para não forçar o meu pé. Acabei executando os mesmos saltos que fiz nos Jogos Sul-Americanos. Assim que acabou a competição comecei a fazer tratamento intensivo, para poder acordar com menos dor neste domingo e lutar por medalhas", explicou.

As finais de todos aparelhos serão realizadas neste domingo em duas etapas. A primeira etapa terá início às 5h30min até 7h45min (de Brasília) e a outra da 9h30min até 11h (de Brasília).

Fonte: Yahoo