"Nunca roubei uma bala", declara Gilmar Fubá sobre acusações

O ex-jogador ainda afirmou que seus filhos têm sido afetados pela suspeita.

O ex-jogador Gilmar Fubá se mostrou abalado nesta terça-feira pelo caso que levantou suspeita sobre a situação de um carro do qual é proprietário. O atleta que fez história pelo Corinthians chegou a chorar ao se defender das acusações de que o veículo era roubado, fato que poderia acarretar no seu indiciamento por receptação.



?Eu nunca roubei uma bala?, disse Gilmar Fubá em entrevista ao Sportv. O ex-jogador ainda afirmou que seus filhos têm sido afetados pela suspeita, que alterou a rotina das crianças. Para o ex-corintiano, tudo não passou de um mal-entendido, que ele tentou explicar novamente.

No último domingo, o carro que Gilmar Fubá possui desde 2003 foi abordado pela polícia na Zona Leste de São Paulo. Dois rapazes estavam no veículo e o motorista não tinha sua carteira de habilitação. Ambos confirmaram que o carro era do ex-jogador e por isso a polícia foi com os dois até a casa de Gilmar, que confirmou ser o proprietário do veículo.

O problema é que constava sobre o carro uma denúncia de furto, ainda de 2007. Como Gilmar Fubá nunca regularizou a documentação do veículo, seu antigo proprietário continuou a receber multas. Como alternativa para encontrar quem estava com a posse do carro, ele fez a denúncia, instruído por um advogado.

O veículo apreendido pela polícia no último domingo teria chegado a Gilmar Fubá também por meio de um advogado, em 2003, como pagamento de uma dívida.

Fonte: Folha.com