Obcecado por Copa, Hernanes ‘esquece’ Maracanazo: ‘Estou pronto’

De volta à seleção brasileira, volante do Lazio diz que time atual não pode assumir responsabilidade por derrota para o Uruguai, em 1950

Maracanazo? Às vésperas da Copa do Mundo de 2014, no Brasil, o nome dado à derrota da seleção brasileira para o Uruguai, no estádio do Maracanã, na decisão do Mundial de 1950, nem passa pela cabeça de Hernanes. De volta ao time verde e amarelo para os amistosos contra Itália e Rússia, o volante do Lazio está ?obcecado? por uma vaga no time de Felipão. E dá uma de psicólogo do grupo.

- (O Maracanazo) é algo que está no subconsciente do brasileiro. Mas não podemos tomar essa responsabilidade para nós. O que eu tenho aprendido nessa vida é que quando você tenta demais evitar algo, essa coisa acaba acontecendo. Você não pode dirigir um carro olhando só pelo retrovisor, tem de olhar para frente, seguir adiante ? declarou Hernanes, em entrevista.

Hernanes já tinha sido convocado por Felipão para o amistoso de fevereiro, contra a Inglaterra, em Wembley. Mas o volante sofreu uma pancada na cabeça em duelo contra o Juventus, pela Copa da Itália, e foi cortado da derrota por 2 a 1 para os ingleses. Agora, ele terá a oportunidade de mostrar serviço dia 21, contra a Itália, em Genebra, na Suíça, e dia 25, diante da Rússia, em Londres, na Inglaterra.

Em ótima fase no Lazio, o volante, formado pelo São Paulo, esbanja confiança quando o assunto é seleção brasileira. Até agora, contando a era Dunga e a era Mano Menezes, Hernanes fez oito partidas pela equipe nacional, marcando um gol. O retrospecto é o mesmo com a seleção olímpica, medalha de bronze nos Jogos Olímpicos de Pequim, na China, em 2008.

- Até 2008, o meu principal objetivo era ser medalha de ouro nas Olimpíadas. Era uma ideia fixa ganhar a medalha de ouro. Mas não conseguimos. Naquele momento eu decidi que meu objetivo passaria a ser a Copa do Mundo. Estou pronto para isso. Minha trajetória no Lazio me preparou mais. Agora, o segredo é conquistar a confiança do treinador. Meu objetivo é ser titular da seleção brasileira ? declarou.

O fato de não conquistar a inédita medalha de ouro nas Olimpíadas mexeu com a cabeça de Hernanes. Não que antes a seleção principal estivesse fora da sua lista de prioridades, mas ela passou a ser uma meta muito mais sedutora depois que o volante voltou para casa apenas com o bronze no peito. Determinado, o ex-são-paulino tem convicção de que alcançará seu objetivo e jogará o Mundial de 2014.

- Não abro mão dos meus objetivos. Tem uma hora que não tem jeito, preciso fazer as coisas acontecerem. Tem dois tipos de pessoa: aquele que espera as coisas acontecerem e o cara que faz as coisas acontecerem. Sou esse. Disputar uma Copa do Mundo no Brasil é algo muito especial. Principalmente após mais de 50 anos. É algo muito diferenciado. Espero ser abençoado com essa oportunidade. Todo sacrifício será válido e quem estiver convocado fará de tudo pelo título - finalizou.

No treinamento da última terça-feira, em Genebra, na Suíça, Luiz Felipe Scolari não iniciou a atividade com Hernanes de titular. Mas depois, em uma segunda parte, o volante do Lazio foi testado na equipe principal. A escalação que iniciou o treino foi: Julio César; Daniel Alves, Thiago Silva, David Luiz e Filipe Luís; Fernando, Luiz Gustavo e Oscar; Hulk, Neymar e Fred.

Fonte: GloboEsporte