Oito meses depois de AVC, Ricardo Gomes visita treino do Vasco

Oito meses depois de AVC, Ricardo Gomes visita treino do Vasco

Técnico esteve rapidamente no local neste sábado, antes de clássico contra o Botafogo

O Vasco ganhou uma motivação extra para o clássico contra o Botafogo, que acontece neste domingo, em jogo válido pela semifinal da Taça Rio, às 16h (de Brasília), no Engenhão: o técnico Ricardo Gomes esteve rapidamente em São Januário neste sábado. Foi a primeira vez em que ele voltou à casa do time da Colina após ter sofrido um AVC (Acidente Vascular Cerebral), em um partida contra o Flamengo, no primeiro turno do Campeonato Brasileiro do ano passado.

O curioso é que a visita acontece exatamente oito meses após o ocorrido. Desta vez, ele chegou ao estádio, encontrou com os atletas, conversou com alguns e foi embora de São Januário sem ser visto pelos jornalistas e torcedores que estiveram no clube.

Após iniciar a recuperação gradual ainda em 2011, Ricardo Gomes manteve o hábito de visitar os jogadores vascaínos na véspera de jogos importantes, mas nunca em São Januário. O comandante jantava com os atletas no hotel em que costumam ficar concentrados.

O volante Fellipe Bastos, um dos comandados por Ricardo Gomes no Vasco, revelou que o grupo foi surpreendido com a presença do treinador no vestiário neste sábado e afirmou que a visita deixou o ambiente de São Januário ainda mais animado.

- Ninguém esperava que ele viesse. Há o costume de o Ricardo ir à nossa concentração, mas em São Januário foi a primeira vez. Foi uma surpresa. Acho que para ele é um recomeço voltar ao clube e a viver esse clima de vestiário. Tenho certeza de que será importante para a recuperação dele - afirmou Fellipe Bastos.

A presença do técnico já era suficiente para deixar o ambiente mais leve, mas cerca de 300 torcedores compareceram ao treinamento e transmitiram otimismo aos jogadores na véspera do clássico decisivo.

Com a leve chuva que caiu em alguns momentos, a torcida se concentrou nas cadeiras sociais em busca de fotos e autógrafos. Enquanto isso, os jogadores fizeram um treino recreativo, do qual Juninho Pernambucano não participou. Poupado, ele esteve em campo apenas durante o aquecimento ? uma atividade de futevôlei ?, mas logo depois voltou para o vestiário.

Após o rachão, vencido pela equipe de Felipe, os jogadores treinaram cobranças de pênalti, inclusive o goleiro Fernando Prass. No entanto, o destaque foi o reserva Alessandro, que defendeu quase dez cobranças, duas delas do camisa 1 cruz-maltino.

Fonte: Globo Esporte, www.globoesporte.com