Água da Lagoa Rodrigo de Freitas é aprovada para Rio-2016

Os atletas podem ficar tranquilos que não haverá contaminação.

Motivo de muita discussão e polêmica antes da Olimpíada, a água da Lagoa Rodrigo de Freitas, onde serão disputadas as provas de remo e canoagem velocidade, virou razão para os organizadores se orgulharem. Pelo menos até agora, os resultados das análises são favoráveis. A ponto de a qualidade estar próxima de ser classificada como própria até para o banho. Nem a chuva da madrugada da última quinta-feira mudou o cenário.

Tânia Braga, gerente de sustentabilidade, acessibilidade e legado do Comitê Rio 2016, afirmou que os atletas que vão competir na Lagoa podem ficar tranquilos que não correm risco de contaminação. Antes dos Jogos, os americanos, por exemplo, decidiram utilizar uma roupa especial com tecido antimicróbios.

“Pelos resultados, estamos tranquilos. Isso nos dá segurança e para os atletas. Ninguém precisa ter medo. A água tem estado em vários dias em um nível que poderia ser balneável (própria para banho), mas esse não é o objetivo para a Lagoa, não queremos incentivar as pessoas a isso”, disse Tânia Braga.

 Lagoa Rodrigo de Freitas  (Crédito: Reprodução)
Lagoa Rodrigo de Freitas (Crédito: Reprodução)


Fonte: Com informações do Globo Esporte