Bolt se arrisca em outra modalidade e supera marcas da Rio-2016

Jamaicano mostrou habilidade no arremesso de dardo

A Olimpíada do Rio de Janeiro foi a última do jamaicano Usain Bolt no atletismo, no entanto, o "raio" demonstrou no Rio de Janeiro que poderia continuar competindo sem problemas, inclusive em modalidades que fogem de suas favoritas.

Dono de nove medalhas de ouro olímpicas, Bolt foi filmado no Estádio do Engenhão em uma madrugada dos Jogos Olímpicos de 2016, no Rio de Janeiro. Diante de voluntários e poucas testemunhas, o homem mais rápido do mundo se arriscou no arremesso de dardo.

Em seu arremesso filmado, Bolt atingiu a marca de 56 m. Parece pouco? Pois não fica devendo aos decatletas que disputaram a Rio-2016. No arremesso de dardo do decatlo, pelo menos 12 tentativas foram inferiores à do jamaicano – entre elas, uma de 55,67m do brasileiro Luiz Alberto de Araújo. A pior ficou com o australiano Cedric Dubler, que arressou a 42,82m na última de suas duas tentativas.

Ainda assim, a marca de Usain Bolt ficaria abaixo de todos os arremessos feitos na prova específica da modalidade na Rio-2016, o campeão Keshorn Walcott (Trinidad e Tobago) fez 88,68 m em seu arremesso vencedor, enquanto o norte-americano Sean Furey atingiu “apenas” 69,40 m no pior de seus dois arremessos.


Jamaicano atingiu 56 m em arremesso, melhor que 12 marcas da modalidade no decatlo da Rio-2016 (Crédito: Reprodução)
Jamaicano atingiu 56 m em arremesso, melhor que 12 marcas da modalidade no decatlo da Rio-2016 (Crédito: Reprodução)


Fonte: Com informações do Uol