Brasil enfrenta Espanha no basquete em jogo com cara de decisão

A seleção espanhola tem três medalhas de prata.

A seleção brasileira masculina de basquete disputa nesta terça-feira (9) a sua segunda partida na Olimpíada do Rio, contra a Espanha, às 14h15 (de Brasília), na Arena Carioca 1, na Barra, pelo grupo B.

Pode parecer cedo para falar que esta é uma partida chave para as pretensões do time do técnico argentino Rubén Magnano na competição. O jogo tem, no entanto, uma cara de decisão, já que a equipe brasileira perdeu na estreia para a Lituânia, no domingo (7), por 82 a 76.

Além de Brasil, Espanha e Lituânia, a chave B conta com outras duas seleções fortes (Argentina e Croácia) e uma séria candidata a ser o saco de pancadas (Nigéria).

Desses seis times, quatro se classificam para a próxima fase, sendo que o quarto colocado deste grupo enfrentará, muito provavelmente, os Estados Unidos já nas quartas de final. Os norte-americanos são os favoritos à medalha de ouro e estão no grupo A.

Se o Brasil perder para a Espanha nesta terça, é bem provável que brigue, no máximo, para ser o terceiro colocado da chave. E para continuar bem viva na Rio-2016, a seleção terá que bater uma potência do basquete.

A seleção espanhola tem três medalhas de prata (Los Angeles-1984, Pequim-2008 e Londres-2012) nos Jogos Olímpicos e conquistou o título do campeonato europeu da modalidade em três (2009, 2011 e 2015) das últimas quatro edições.

"Vamos jogar contra o atual campeão europeu. Não é pouca coisa, mas ganhamos deles na última Olimpíada. As possibilidades estão abertas. Só temos que estar atentos e focados", disse Magnano.

Image title

Image title

Image title


Fonte: Com informações do Uol