Disputa do atletismo na Rio-2016 começa hoje com Usain Bolt

Bolt é um monarca absoluto

O atletismo começa nesta sexta-feira, no Nilton Santos, com 2.407 atletas. Vários príncipes, mas apenas um rei: Don Usain Bolt. É justamente para saber se o reinado de oito anos do jamaicano permanecerá de pé que os olhos do mundo do esporte estarão voltados para Engenho de Dentro até o dia 20.

O estádio receberá a corte do esporte mais tradicional da competição inventada pelos gregos. Ao contrário do povo que criou o conceito de democracia, Bolt é um monarca absoluto. Desde que brilhou em Pequim-2008, concentra sozinho toda atenção e ouro que pode: já foram seis medalhas, duas para cada prova de 100m, 200m e revezamento 4x100m que já disputou.

O príncipe rebelde, que mais tem chances de destroná-lo, é o americano Justin Gatlin. Outro candidato é o jamaicano Yohan Blake. Fora isso, somente um forasteiro, tão surpreendente quanto veloz.

Os donos da casa contarão com 67 atletas e poucas chances de medalha. O primeiro brasileiro a disputar uma prova decisiva será Tatiele de Carvalho, nos 10.000m, nesta sexta-feira, às 11h10m. Thiago Braz e Fabiana Murer, do salto com vara, e Érica de Sena, da marcha atlética, são os favoritos para chegar perto do pódio.

Image title

Fonte: Com informações do Jornal Extra