Jogadoras de vôlei abandonam as redes sociais durante os jogos

As brasileiras escolheram deixar o celular de lado e se concentrar.

O celular deve ficar ali ao lado, à espera, quase gritando para avisar sobre uma nova notificação. Mas, com um objetivo em mente, Sheilla e Fabiana tomaram uma decisão. Durante a Olimpíada do Rio, nada de redes sociais. Com a cabeça completamente voltada para a competição, as jogadoras, duas das maiores lideranças do grupo, decidiram deixar o mundo virtual de lado. Antes mesmo de entrarem na Vila Olímpica, se despediram dos fãs e avisaram: só voltam após o fim dos Jogos.


A escolha tem um único motivo: não deixar que nada mais atrapalhe o pensamento rumo ao sonhado terceiro ouro olímpico. Para viver o clima dos Jogos ao máximo, o melhor é deixar o celular e o computador de lado até o fim do evento..

“Eu acho que, em Londres, foi a Olimpíada que começou essa coisa de redes sociais. Foi o ano que eu fiz uma fanpage, que nem era eu que administrava. Já tinha Twitter, mas não tinha esse negócio de postar, falar, desse contato com os fãs, com todo mundo. Eu acho que o clima de Olimpíada é meio mágico. Eu tomei essa decisão, falei com a Fabi. Ela disse que achava uma ótima ideia também. Foi quando fechamos. Algumas meninas falaram que vão fazer também, que é legal. Até mesmo para vivermos o momento da Olimpíada, que é único, mágico e vale muito a pena”, disse.

Vôlei feminino (Crédito: Reprodução)
Vôlei feminino (Crédito: Reprodução)


Fonte: Com informações do Globo Esporte