Larissa e Talita perdem para alemãs no vôlei e disputarão o bronze

A dupla alemã concentrou o jogo em Talita desde o início.

Larissa e Talita eram favoritas ao ouro nos Jogos Olímpicos de 2016, no Rio de Janeiro, mas terão de brigar pela medalha de bronze. Elas foram derrotadas pelas alemãs Ludwig e Walkenhorst por 2 sets a 0, com parciais de 21/18 e 21/12, e aumentaram a freguesia diante das adversárias.

Se ficar com o bronze, Talita conquistará a primeira medalha de sua carreira. Já Larissa tem em seu currículo um terceiro lugar, em Londres-2012, ao lado de Juliana. Larissa e Talita tinham um histórico de derrotas para as alemãs. Foram três vitórias da Alemanha contra uma do Brasil, sendo que uma derrota brasileira aconteceu esse ano.

“Acho que a gente não conseguiu ser feliz no que a gente planejou, não pôs em prática. Mas é do jogo. Ele muda muito rápido. Infelizmente, hoje, a gente não conseguiu”, lamentou Larissa, em entrevista à Rede Globo após o jogo. “Fizeram um sistema defensivo melhor que o nosso, tocaram mais bolas. Foi mérito do time da Alemanha. Foram melhores que nós”, completou Talita à emissora.

Larissa e Thalita perdem (Crédito: Reprodução)
Larissa e Thalita perdem (Crédito: Reprodução)

A dupla alemã concentrou o jogo em Talita desde o início. E logo nos dois primeiros ataques, a brasileira mostrou que isso poderia ser um problema para as anfitriãs – errou ambos, com uma bola no bloqueio e outra para fora. No fim, em 20 tentativas, Talita virou apenas quatro no primeiro set.

A ineficiência da dupla brasileira só não ficou mais evidente por Ludwig e Walkenhorst também erraram muito. As alemãs deram pontos de graça para as donas da casa quando tiveram o saque nas mãos, e isso manteve o equilíbrio da parcial. Quando elas encaixaram o serviço, desgarraram para vencer por 21 a 18.

A derrota no primeiro set parece ter abalado as brasileiros. A segunda parcial começou com um massacre alemão. Elas chegaram a abrir 7 a 2 no placar até o Brasil reagir.

Mas a reação não foi suficiente. Elas até chegaram a encostar no placar, mas sem eficiência no bloqueio - Brasil não fez um ponto no quesito - a recuperação se tornou impossível. Alemãs fecharam o jogo em 21 a 12.

Fonte: Com informações do Uol