Metade dos brasileiros não quer saber de Olimpíada, diz Datafolha

A rejeição aos Jogos Olímpicos do Rio dobrou de 2013 para 2016.

A rejeição aos Jogos Olímpicos do Rio de Janeiro dobrou de 2013 para 2016 e chegou a 50% da população brasileira, revelou pesquisa Datafolha divulgada nesta terça-feira (19), a 17 dias da cerimônia de abertura da primeira Olimpíada na América do Sul.


O aumento da avaliação negativa com relação aos Jogos ocorre mediante uma mudança de cenário econômico no país, que enfrenta a pior recessão econômica em décadas, e também em meio às investigações de corrupção da Operação Lava Jato, que envolvem empreiteiras diretamente envolvidas nas obras olímpicas.

De acordo com o jornal Folha de S.Paulo, que publicou o levantamento nesta terça, a parcela dos que haviam dito ser contra a realização da Rio 2016 na pesquisa anterior do instituto, em junho de 2013, era de 25%.

Entre os que apoiam o evento que acontecerá no próximo mês, houve um recuo de 64% em 2013 para 40% este mês, segundo a Folha. Outros 9% disseram ser indiferentes à competição, e 2% não responderam.

O Datafolha apontou também que 63% dos entrevistados acreditam que o evento trará mais prejuízos do que benefícios para os brasileiros em geral, ante 38% no levantamento de 2013.

A pesquisa revelou ainda um crescente desinteresse dos brasileiros com relação à Olimpíada, que vai de 5 a 21 de agosto. Entre os entrevistados este mês, 51% disseram não ter nenhum interesse, em um salto ante 28% no levantamento anterior. Só 16% afirmaram estar muito interessados no evento. O Datafolha entrevistou 2.792 pessoas acima de 16 anos, em 171 municípios de todo o país, entre os dias 14 e 15 de julho. A margem de erro é de dois pontos percentuais.

Olimpíadas do Rio de Janeiro (Crédito: Reprodução)
Olimpíadas do Rio de Janeiro (Crédito: Reprodução)


Fonte: Brasil Post