Micale anuncia Neymar como capitão do Brasil na Olimpíada

Treinador também confirmou o time titular

Nesta sexta-feira (29), o técnico da Seleção olímpica, Rogério Micale, anunciou que Neymar será capitão do time nas Olimpíadas. Na véspera do amistoso contra o Japão, no Estádio Serra Dourada, Micale admitiu que o atacante permanece com a braçadeira que foi dele durante a era Dunga e esteve em risco. Além disso, Micale também confirmou o time titular. 

"Ele realmente demonstrou ser aquilo que a gente via e superou minhas expectativas em relação à qualidade. Ele muda de direção com facilidade, com um contra um fora de série, um jogador que no ambiente de grupo, interno, é muito querido. É um jogador do bem. É um rapaz com coração enorme em relação aos companheiros, principalmente os mais jovens. Abraçou os meninos que vieram nos ajudar na preparação. Além de demonstrar ser um grande atleta, demonstrou ser um grande homem, responsável, um cara que o grupo admira", justificou Rogério Micale. 

O treinador indicou que a decisão já estava tomada há alguns dias. "Existia uma situação interna definida. Como a palavra diz, só diz respeito ao nosso grupo, e o nosso grupo já sabia aquilo que seria feito. Só estou externando algo que internamente conversamos e que volto a dizer, é uma coisa muito menor em relação ao objetivo maior desse grupo", acrescentou o treinador. 

Micale ainda fez elogios a outros jogadores diversos no aspecto liderança. "Eu tenho um outro capitão aqui ao meu lado (Marquinhos), que poderia ter a faixa por tudo que ele representa, participa nos treinamentos, interação com outros jogadores. Não só ele, como Rodrigo Caio, Luan, outro jogador que ninguém falou. Que normalmente fica em silêncio. Mas o Gabriel Jesus, pelo amor com que joga, pela intensidade que contamina, poderia ser. O Fernando poderia ser capitão", declarou. 

Com dúvida apenas no gol, por conta do problema que Fernando Prass teve no cotovelo direito, o Brasil irá enfrentar o Japão com: Uílson (Fernando Prass); Zeca, Marquinhos, Rodrigo Caio e Douglas Santos; Thiago Maia e Rafinha; Gabriel, Felipe Anderson e Neymar; Gabriel Jesus.


Atacante Neymar (Crédito: MoWA Press)
Atacante Neymar (Crédito: MoWA Press)


Fonte: Com informações do Uol