Rafaela: 'O macaco que tinha que estar na jaula hoje é campeão'

A judoca bateu na final Sumiya Dorjsuren, da Mongólia

Em entrevista à Rede Globo nesta segunda-feira (8), após receber a medalha de ouro conquista no judô, Rafaela Silva lembrou das dificuldades até a caminhada a tão sonhada medalha.

Com um wazari, a judoca bateu na final Sumiya Dorjsuren, da Mongólia e atual líder do ranking, para dar ao Brasil sua segunda medalha nos Jogos Olímpicos do Rio de Janeiro.

“Eu tinha visto a chave. Eu esperava que ela fosse passar na chave e que a gente se cruzaria; eu só pensava que não queria sentir aquela sensação de novo”, disse, relembrando a derrota para a adversária na segunda rodada em 2012.

Vitima de racismo nas redes sociais após a derrota para Symiya, Rafaela Silva se que a história já passou, mas fez um desabafo. “Já passou, tem quatro anos. Eu só posso falar: o macaco que tinha que estar na jaula em Londres hoje é campeão olímpico em casa. Hoje eu não sou a vergonha para a minha família”, declarou a brasileira, relembrando a preocupação com o reencontro diante de Karakas – a húngara foi sua rival nas quartas de final em 2016.

Rafaela conquista medalha de ouro  (Crédito: AP)
Rafaela conquista medalha de ouro (Crédito: AP)


Fonte: Msn