Segurança da cerimônia de abertura vai contar com 9,6 mil homens

Ao todo, são esperados cerca de 15 mil manifestantes anti-Temer

O esquema de segurança preparado em conjunto pelos governos estadual e federal para a cerimônia de abertura vai contar com 9,6 mil homens de diversas corporações. Ao todo, 5.120 militares do Exército e da Marinha serão responsáveis pela escolta e patrulha do trajeto do presidente em exercício Michel Temer e de chefes de Estado até o Maracanã. Além disso, 4,5 mil homens da Força Nacional, da Polícia Federal, da Polícia Rodoviária Federal e da PM do Rio vão patrulhar o estádio e seu entorno.

Image title

O esquema é guardado a sete chaves a pedido do presidente em exercício. Ontem, a Secretaria de Comunicação do governo impediu a divulgação dos números em coletiva no Centro Integrado de Comando e Controle, na Cidade Nova. Apesar de terem participado de reunião no local, nenhum ministro da área de segurança foi autorizado a falar com a imprensa. Ao todo, são esperados cerca de 15 mil manifestantes anti-Temer hoje no entorno do estádio.

O plano inicial do governo previa a presença de cerca de cem chefes de Estado, como o presidente da França, François Hollande — que ontem condecorou o ex-jogador Paulo César Caju a medalha de cavaleiro da Ordem Nacional da Legião de Honra, distinção instituída por Napoleão Bonaparte em 1802. No entanto, só 46 confirmaram presença no evento. Hollande manifestou sua confiança no plano de segurança dos Jogos.

Fonte: Com informações do Jornal Extra