Ônibus da seleção do Togo é metralhado

Dois jogadores ficaram feridos no incidente, relata um dos atletas

O ônibus que transportava a seleção do Togo foi metralhado ao cruzar a fronteira entre Congo e Angola, onde será disputada a Copa Africana de Nações (CAN). Segundo Thomas Dossevi, um dos jogadores togoleses, companheiros saíram machucados.

- Temos dois jogadores feridos. Tínhamos acabado de cruzar a fronteira (entre o Congo e o território de Cabinda, onde o Togo deve disputar suas partidas do Grupo B), e estávamos cercados pela polícia. Tudo estava normal, quando fomos metralhados. Todo mundo tentou se esconder embaixo dos assentos, e a polícia respondeu - contou Dossevi ao canal de TV francês Infosport.

O Togo tem estreia na CAN marcada para o dia 11 de janeiro, em Cabinda, contra Gana. O território de Cabinda, província angolana rica em petróleo que fica entre a República Democrática do Congo (RDC) e o Congo, é assolada por um conflito separatista desde a independência de Angola, em 1975.

O comitê organizador da CAN afirmou que um pneu do ônibus estourou, provocando um movimento de pânico.

Fonte: Globo Esporte, www.globoesporte.com