Ótima relação: Após oito anos, Marcos e Felipão reeditam parceria no Palmeiras

Ótima relação: Após oito anos, Marcos e Felipão reeditam parceria no Palmeiras

Goleiro enaltece treinador, que tentará esticar ao máximo a carreira de seu escudeiro na meta palmeirense.

No último momento em que estiveram juntos, eles ergueram uma taça e colocaram mais uma estrela na camisa da Seleção Brasileira. Na Copa disputada na Coreia do Sul e no Japão, Luiz Felipe Scolari, então técnico do time nacional, e Marcos, titular absoluto da meta brasileira, conquistaram o pentacampeonato. A relação entre eles vinha de antes, do clube. No Palmeiras, Felipão e Marcos levantaram o troféu mais importante da história do time na Libertadores de 1999.

A receita do sucesso da dupla, segundo o camisa 12 está no respeito que existe na relação. Apesar de ter mais intimidade com o "novo velho" chefe - Scolari voltou a comandar o Palmeiras nesta semana - Marcos afirma que sempre se comportou como os outros atletas.

- Apesar de ser amigo do Felipão, eu sei separar as coisas e obedecer. A confiança, a brincadeira e a amizade não se misturam em campo. Embora seja meu amigo, sempre me cobrou muito e tem de ser assim mesmo. Ele cobrará não só de mim como de todos. E é um dos poucos técnicos que consegue ser ídolo da torcida palmeirense. Por isso tudo temos de corresponder em campo - avaliou o goleiro alviverde, de 37 anos.

Homem de confiança na conquista do penta, Felipão tentará prolongar ao máximo a carreira de Marcos. O treinador afirma que conversará bastante com o atleta, que pensa em encerrar a carreira no fim desta temporada.

- Vamos ver com o Marcos as condições dele e o que pensa. Se ele tiver condições boas e o Carlão (Carlos Pracidelli, preparador de goleiros) disser que ele é o melhor, farei um esforço para que ele continue. Idade, para mim, não existe - comentou Felipão.

Fonte: Globo Esporte, www.globoesporte.com