"Pai babão", Messi diz que futebol ficou em segundo plano com o filho Thiago

Camisa 10 do Barça mostra lado "pai babão", fala de vários temas em entrevista à Fifa: seleção argentina, Maradona, Champions e Espanhol



Eleito melhor do mundo pela quarta vez, Lionel Messi é o principal nome do futebol do planeta. Poucas horas antes de receber novamente o prêmio concedido pela Fifa em parceria com a revista francesa ?France Footbal?, o jogador foi entrevistado pelo site oficial da entidade máxima do futebol e revelou que desde o nascimento de seu filho Thiago, o esporte ficou em segundo plano. Tímido, mas muito participativo no grupo de jogadores do Barcelona, o craque também pediu saúde a seu companheiro Abidal e para o comandante blaugrana Tito Vilanova, que passaram por problemas durante 2012.

- Obviamente, o meu filho agora passou a ser a prioridade número um. Foi uma mudança enorme e muito especial, e ele está sempre em primeiro lugar. Em seguida, pedi que o que tinha acontecido com Abidal e Tito fosse definitivamente superado e que eles ficassem bem. Além de saúde para mim, a minha família e todos os meus amigos. E aí, sim, espero que no âmbito esportivo possamos comemorar mais um título, como temos feito ? disse.

Antes de emplacar quatro Bolas de Ouro consecutivas, Messi ficou com um segundo lugar em 2008. Na época ainda treinador da seleção argentina, Maradona fez um ultimato ao seu comandado e proibiu que Messi perdesse outra eleição para o posto de principal jogador do planeta. Coincidência ou não, desde 2009, o camisa 10 venceu todas as edições do prêmio, deixando o seu algoz de um ano antes (Cristiano Ronaldo) como vice em três oportunidades (2009, 2011 e 2012) e seu companheiro de equipe Iniesta em outra (2010).

- Na verdade nem me lembro de quando Diego disse isso (risos), mas a partir de então tive a sorte de ganhar.

Fonte: Globo Esporte