Palco de ‘La U’ x Flamengo tem plano de evacuação para o caso de terremoto

Santiago volta a receber jogos nesta terça-feira após tragédia que abalou o Chile.

Medo é uma palavra forte para expressar o sentimento dos chilenos com relação a novos terremotos. Mas a população se mostra prevenida em caso de abalos sísmicos mais fortes. Um bom exemplo disso é todo o aparato de segurança que está sendo montado no estádio Monumental, em Santiago, para o duelo entre Colo Colo e Vélez Sarsfield, na noite desta terça-feira, pela Libertadores, primeiro jogo na cidade após a tragédia que abalou o país nas últimas semanas.

Uma série de medidas foram tomadas para garantir que tudo corra bem neste jogo e também no de quarta-feira, entre Universidad de Chile e Flamengo. A primeira e mais básica foi com relação à venda de ingressos.

- O Monumental tem capacidade para 47.300 pessoas. Mas só colocamos 25 mil ingressos à venda ? explicou Osvaldo Jará, administrador do estádio e um dos responsáveis por evitar qualquer tipo de problema durante os jogos.

Na noite da última segunda-feira, exatamente no horário dos jogos (por volta das 23h) a cidade sentiu um tremor em consequência do terremoto de 6.7 na escala Richter que voltou a acontecer na cidade de Concepcion (300km ao sul). Durante a última semana, Santiago também sofreu com alguns apagões e chegou a ficar sem luz por mais de 30 minutos. Mas se tudo isso se repetir novamente, os torcedores, diz Jará, saberão o que fazer.

- Quinze minutos antes de cada jogo nós vamos exibir nos telões instruções de como o torcedor deve proceder em caso de alguma coisa mais grave. Também vamos ter 20 guardas com coletes laranjas e lanternas na mão para orientarem o público em caso de emergência ou falta de luz. O estádio tem três geradores próprios que serão ativados automaticamente em caso de queda de luz. Dessa maneira, o jogo continua sem problemas ? disse o administrador.

Videos nos telões orientarão o público em caso de emergência. Promessa é de evacuação rápida

Jará não teme confusão em uma eventual evacuação do estádio.

- Teremos quatro saídas de emergência. Das quatro, três se abrirão, como portas automáticas, num simples apertar de botão. Acredito que a evacuação total deva levar entre 10 a 15 minutos, no máximo.

Mas os cuidados do Colo Colo com seu estádio não são apenas por conta do seu jogo e da segurança dos torcedores. A diretoria do clube só aceitou ceder o Monumental para o Universidad de Chile jogar com algumas condições. Além do alto valor do aluguel por quatro jogos até maio, o dono da casa colocou uma cláusula no contrato de cessão de que se a torcida rival de "La U" danificar o estádio terá de pegar US$ 120 mil (cerca de R$ 210 mil).

Na visita ao Monumental, foi possível perceber que o gramado tem algumas regiões mais danificadas. Principalmente do lado esquerdo das cabines de televisão, perto de uma das áreas. Mas Osvaldo Jará garantiu que o campo está ótimo.

- O gramado está bom, sem buracos, e foi regado e aparado para o jogo de hoje (terça). Amanhã (quarta) voltamos a repará-lo se for necessário ? disse o administrador.

Fonte: Globo Esporte