Palmeiras bate Figueirense na estreia de Kleina

Palmeiras bate Figueirense na estreia de Kleina

Gilson Kleina não podia esperar estreia melhor no comando do Palmeiras

Gilson Kleina não podia esperar estreia melhor no comando do Palmeiras. O novo treinador do clube alviverde realizou seu primeiro jogo neste sábado, no Estádio Orlando Scarpelli, contra o Figueirense. No confronto direto entre candidatos ao rebaixamento, o clube paulista saiu vitorioso por 3 a 1, com atuação decisiva de Marcos Assunção, autor de um gol e de assistências Thiago Heleno e Henrique. Aloísio descontou para os donos da casa.

Alcançando seu segundo resultado positivo jogando fora de seus domínios no Campeonato Brasileiro, o Palmeiras chega aos 24 pontos, tomando do próprio Figueirense a 18ª posição da competição e se igualando ao Sport na tabela. A derrota deixa o clube catarinense com 22 pontos, na vice-lanterna.

Na 27ª rodada do torneio nacional, o Palmeiras recebe a Ponte Preta, antiga equipe de Gilson Kleina, no Estádio Pacaembu. O Figueirense viaja ao Rio de Janeiro para enfrentar o Vasco, em São Januário.

Em seu segundo jogo após retornar de lesão, Marcos Assunção mostrou o quanto fez falta ao Palmeiras na sequência de partidas que colocou o clube alviverde perto da lanterna do Campeonato Brasileiro.

Exímio cobrador de faltas, o volante mostrou sua característica precisão aos 7min da primeira etapa, ao alçar bola para a área na cabeça de Thiago Heleno, que escorou e acertou entre as pernas de Wilson para abrir o marcador.

Com nova falta lateral assinalada pelo árbitro Wilton Pereira Sampaio, Assunção tentou outro levantamento aos 9min, rebatido pela defesa do clube catarinense. O rebote, porém, ficou com o camisa 20 do clube alviverde, que acertou cruzamento preciso para Henrique, que testou sobre Wilson para ampliar a vantagem.

Aos 21min, Marcos Assunção teve nova oportunidade de mostrar sua qualidade na bola parada, ao marcar um golaço da intermediária, no ângulo do goleiro Wilson. No entanto, o trio de arbitragem anulou o tento, pois Valdivia estava na grande área, parado próximo à marca do pênalti, em posição de impedimento de acordo com a interpretação dos juízes.

Abatido com a decisão, o time paulista foi pressionado pelos donos da casa nos minutos seguintes, levando uma bola no travessão de Elsinho aos 24min.

Recuado no segundo tempo, o Palmeiras tentou segurar a pressão do Figueirense, que partiu para cima para buscar o resultado positivo. Os comandados de Gilson Kleina suportaram bem a situação de início, mas acabaram sofrendo um gol de Aloísio, aos 19min. O camisa 9 do clube catarinense se aproveitou de rebote de Bruno após chute de Caio para diminuir a desvantagem.

Ligado no jogo, o Palmeiras demorou dois minutos para marcar o terceiro. Barcos avançou pela ponta direita e cruzou para a área do Figueirense. Wilson saiu mal, afastou com um soco fraco e a sobra ficou com Marcos Assunção. Livre, o volante balançou as redes pela segunda vez na partida, marcando seu primeiro gol desde o seu retorno de lesão.

Fonte: Terra, www.terra.com.br