Palmeiras cogita anular jogo com o Internacional. Entenda motivo

Invalidação de lance de Barcos teria contado com interferência externa, o que é ilegal

O Palmeiras reclamou bastante do gol anulado pela arbitragem durante a derrota para o Inter, por 2 a 1, neste sábado (27) , pelo Brasileirão. Em seu blog, o diretor jurídico Piraci de Oliveira cogitou pedir a anulação da partida caso o delegado do jogo tenha avisado o árbitro Francisco Carlos do Nascimento que Barcos finalizou com a mão.


Palmeiras cogita anular jogo com o Internacional. Entenda

? Estamos averiguando essa informação e faremos isso à exaustão, pois, se confirmado, será caso de anulação da partida e responsabilização dos envolvidos.

Ainda no gramado do Beira-Rio, o técnico Gilson Kleina disse que o ocorrido foi uma "sem-vergonhice".

-? Tem de perguntar para o delegado, quem anulou o gol foi o delegado. Ele viu na TV e deu tempo de anular. Isso foi uma sem-vergonhice.

O lance aconteceu aos 16 min do segundo tempo, quando Marcos Assunção cobrou escanteio na área e Barcos mandou a bola para o gol com a mão. O árbitro Francisco Carlos Nascimento validou o gol, assim como o bandeirinha e o auxiliar que fica atrás do gol. Os jogadores do Inter reclamaram bastante da irregularidade. Mas precisou a intervenção do quarto árbitro, que fica na lateral do campo, para o gol ser anulado.

Segundo os palmeirenses, o delegado da partida, Gerson Baluta, foi quem alertou o árbitro sobre a irregularidade do lance. Para Gilson Kleina, Francisco Carlos Nascimento não poderia ter voltado atrás, porque teria havido recurso de imagem para ajudá-lo.

- Se vamos esperar as imagens para marcar as coisas, isso não é futebol. Temos de analisar todos os lances então. Hoje estou vendo que realmente o Palmeiras é prejudicado pela arbitragem.

O atacante Obina também reclamou.

- O delegado quer apitar o jogo agora. Ele está de fora, não tem de dar palpite. Pega o apito, então.

Fonte: r7