Palmeiras segura pressão, bate Libertad e se garante nas oitavas

Palmeiras segura pressão, bate Libertad e se garante nas oitavas

O Palmeiras volta a campo no domingo para receber o Guarani no Pacaembu, pelo Campeonato Paulista

O Palmeiras venceu as dificuldades na noite desta quinta-feira. Contra o melhor time de seu grupo, superou desfalques, limitações físicas e técnicas e, com um homem a menos durante boa parte do jogo, se segurou para vencer o Libertad por 1 a 0 no Pacaembu. O resultado confirma vaga da equipe com uma rodada de antecipação às oitavas de final da Copa Libertadores.

Com a vitória do Tigre sobre o Sporting Cristal por 3 a 1 na quarta-feira, o Palmeiras se isola na liderança do Grupo 2 da competição continental, com 9 pontos ? o Libertad é segundo, com 8 pontos. O time paulista poderia ser ultrapassado pelo Tigre, que tem 6 pontos, mas a vaga é certa porque o rival dos argentinos será o próprio Libertad: duelarão pela segunda vaga da chave.

O Palmeiras volta a campo no domingo para receber o Guarani no Pacaembu, pelo Campeonato Paulista, às 16h (de Brasília). Pela Copa Libertadores, com chances de confirmar a primeira colocação do grupo e ter vantagem nas oitavas de final, fecha a primeira fase contra o Sporting Cristal na quinta-feira, às 19h45 (de Brasília), no Estádio San Martin de Porras, em Lima, no Peru.

Com apoio absoluto da torcida, que pressionou o árbitro em muitas oportunidades no primeiro tempo e vaiou constantemente o Libertad, o Palmeiras teve o domínio das ações, embora tenha criado poucas oportunidades de gol. A chance mais clara surgiu logo aos 7min, com cabeceio de Henrique que passou rente à trave após cobrança de escanteio.

No segundo tempo, o time voltou pressionando o Libertad da mesma forma. Aos 3min, Marcelo Oliveira recebeu passe de Juninho e tocou de letra, mas Muñoz fez excelente defesa. O Palmeiras conseguiu abrir o placar aos 7min: Wesley dominou na intermediária e bateu rasteiro; no caminho, Charles interceptou o passe, invadiu a área livre e tocou entre as pernas do goleiro.

A empolgação pela vantagem no placar fez com que o time mantivesse a postura em campo. Aos 17min, no entanto, Wesley dividiu Romero e acertou o jogador do time paraguaio; pela falta, recebeu o segundo amarelo e foi expulso. Com um homem a menos, o time então recuou a marcação para manter o resultado, passando a conviver com o adversário próximo à sua área.

Aos 32min, Fernando Prass fez defesa impressionante em cabeçada de Benítez, defendendo com o pé e evitando o gol de empate no Pacaembu. Os minutos finais foram de aperto defensivo, suportado pelo time com ajuda da torcida, que vibrou a cada chutão ou carrinho dado no gramado. O Palmeiras soube se segurar e, assim, confirmou a vitória e a classificação

Fonte: Terra