Palmeiras sofre, mas derrota o XV de Piracicaba e é líder

Daniel Carvalho mostrou, logo no começo do jogo, que o Palmeiras não sentiria falta de Valdivia.

O Palmeiras errou demais e levou pressão, mas conseguiu bater o XV de Piracicaba por 3 a 2, nesta quarta-feira. Em um jogo vibrante no Pacaembu, o time de Felipão teve falhas de Deola e Maurício Ramos, mas contou com gol do estreante Artur para sair com a vitória e dormir na liderança do Campeonato Paulista.

Daniel Carvalho mostrou, logo no começo do jogo, que o Palmeiras não sentiria falta de Valdivia. Enquanto o chileno está lesionado, o meia começou o jogo como titular e, de forma inspirada, abriu o placar. Mas depois Deola falhou e os times foram para o intervalo com o empate de 1 a 1 no placar.

O segundo tempo começou de uma forma que os palmeirenses conhecem bem: com gol de falta de Marcos Assunção. Depois, Barcos saiu do banco e estreou, mas o Palmeiras chegou a ter sua vitória sob risco, já que Maurício Ramos fez gol contra. Mas o sustou durou só um minuto, pois Artur marcou o seu e decretou o 3 a 2 no placar.

Com a vitória, o Palmeiras somou 14 pontos no Campeonato Paulista e alcançou a liderança. Porém, essa posição pode ser perdida nesta quinta-feira, caso Paulista e São Paulo vençam seus jogos. Já o XV está com apenas cinco pontos e perto da zona de rebaixamento.

O jogo

O Palmeiras começou o jogo com diversas mudanças no time titular e também com novidades no banco: Hernán Barcos e Adalberto Román. Em campo, isso gerou alguma dificuldade, mas logo Marcos Assunção cobrou dois escanteios fechados que deram trabalho para a defesa do XV e animaram os palmeirenses.

Com essa empolgação, o primeiro gol do jogo saiu aos 15min, exatamente para o Palmeiras. Fernandão fez jogada de pivô e Patrik tocou para Daniel Carvalho. O meia partiu para a esquerda em velocidade e finalizou com um chute cruzado, para dentro do gol.

Mas o gol do Palmeiras serviu apenas como um sinal para o goleiro Deola passar a ter mais trabalho. Primeiro ele salvou o time: Cazumba arriscou de longe e deu trabalho para ele, que espalmou para fora. Após a cobrança de escanteio, o zagueiro Everton ficou com a bola e, tal qual um centroavante, aplicou belo drible para depois chutar com perigo, no canto. Deola evitou o gol.

Porém, aos 3min, Ricardinho cobrou falta pela direita na direção de Deola. O goleiro do Palmeiras errou o tempo de bola, socou o ar e a bola entrou. Festa para o XV, que empatou a partida e depois ainda chegou com perigo: aos 35min, Hugo acertou chute perigoso que passou perto do travessão. Aos 45min, foi a vez de André Rocha chutar cruzado. A bola passou perto do gol e assustou Deola, mas foi para fora.

O Palmeiras voltou dos vestiários sem substituições e nada mudou mesmo no time. Afinal, o segundo gol foi marcado da maneira mais tradicional possível: Marcos Assunção cobrou falta certeira aos 2min e o goleiro Gilson não conseguiu chegar na bola.

Aos 15min, a torcida do Palmeiras voltou a comemorar, mas não foi por um gol. Felipão promoveu a entrada de Hernán Barcos, o que empolgou os palmeirenses no Pacaembu.

A festa alviverde no estádio foi interrompida por 1min. Isso porque Maurício Ramos fez gol contra aos 26min, após confusão dentro da área. Mas o estreante lateral Artur marcou de cabeça aos 27min e voltou a animar a torcida.

Mas a preocupação veio na sequência, já que a defesa do Palmeiras passou a cometer uma série de erros. Aos 34min, por exemplo, André Cunha recebeu a bola sozinho na área, girou rapidamente e chutou com perigo, mas para fora.

Deola salvou o Palmeiras aos 40min, em chute de Ricardinho, mas também falhou logo depois: saiu mal do gol e Henrique teve que salvar a cabeçada de Marcus Vinícius. Apesar da pressão do XV, não aconteceram mais gols no Pacaembu. Ficha técnica

PALMEIRAS x XV DE PIRACICABA

Gols

PALMEIRAS:

Daniel Carvalho, aos 15min do 1º tempo, Marcos Assunção, aos 2min, e Artur, aos 28min do 2º tempo

XV DE PIRACICABA:

Ricardinho, aos 31min do 1º tempo, e Maurício Ramos (contra), aos 26min do 2º tempo

PALMEIRAS: Deola; Artur, Henrique, Mauricio Ramos e Gerley; Marcio Araujo, Marcos Assunção, Patrik (João Vitor) e Daniel Carvalho (Chico); Maikon Leite e Fernandão (Barcos)

Treinador: Luiz Felipe Scolari

XV DE PIRACICABA: Gilson; Everton, Toninho, Marcus Vinicius e André Cunha (Marlon); Adilson Goiano, Glauber (Gustavo), Ricardinho e Alex Cazumba; Paulinho (Adilson) e Hugo

Treinador: Moisés Egert

Cartões amarelos

PALMEIRAS:

XV DE PIRACICABA: Glauber, Marcus Vinícius e Alex Cazumba

Árbitro

Rodrigo Braghetto (SP)

Local

Estádio do Pacaembu (SP)


Palmeiras sofre, mas derrota o XV  de Piracicaba e é líder

Fonte: Terra