Palmeirense Lúcio rebate Marco Materazzi: mau caráter e recalcado

Ao rebater um suposto mau relacionamento com José Mourinho relatado por Materazzi na mesma entrevista, Lúcio foi ainda mais agressivo.

Lúcio não aliviou ao responder Marco Materazzi, ex-parceiro de posição nos tempos de Inter de Milão. O italiano fez duras críticas ao palmeirense pelo prolongamento de carreira até os 35 anos e ainda ironizou ao dizer que o argentino Samuel deveria ganhar uma estátua, porque atuar ao lado do brasileiro não é fácil.

"É difícil falar sobre o Materazzi, porque quando eu fui em 2009 para a Itália a última vez que tinha visto ele jogar bem havia sido em 2006. Então tem um fundinho aí de dorzinha de cotovelo, porque quando eu fui em 2009 a Inter não passava das oitavas da Liga dos Campeões", declarou o zagueiro palmeirense, campeão europeu e mundial pela Inter de Milão.

Ao rebater um suposto mau relacionamento com José Mourinho relatado por Materazzi na mesma entrevista, Lúcio foi ainda mais agressivo.

"Com o Mourinho eu sempre tive um relacionamento muito bom. Tem uma frase que me deixou muito feliz e foi estampada na imprensa mundial. Mourinho disse que, se fosse para guerra, o primeiro que ele levaria seria eu. Então não preciso dizer nada", disse.

"É um pouco de recalque que ele tem, e como jogador ele era mau caráter, porque entrava em campo para machuar os adversários. Joguei ao lado dele e ouvi ele falar que entrava em campo para machucar a equipe adversária. E ele está se postando da mesma forma fora de campo, como mau caráter", completou.



Fonte: Terra