Papai Neymar vive seca de gols e de cartões amarelos desde o nascimento do filho

Papai Neymar vive seca de gols e de cartões amarelos desde o nascimento do filho

Desde que o filho Davi Lucca nasceu, no dia 24 de agosto, craque do Santos ainda não balançou a rede

O tão esperado gol de Neymar em homenagem ao filho Davi Lucca, nascido no último dia 24 de agosto, ainda não aconteceu. Desde então, o atacante do Santos fez cinco partidas - sendo quatro pelo Peixe e uma pela Seleção Brasileira - sem conseguir balançar a rede para dedicar ao rebento recém-chegado ao mundo.

Se pelo lado técnico a fase do craque não é das mais regulares, no quesito disciplina a mudança de atitude tem sido exemplar. Já são seis jogos sem receber cartão amarelo, cinco deles pelo Campeonato Brasileiro, além do amistoso entre Brasil e Gana.

Curiosamente, Neymar havia sido "premiado" pela arbitragem nos cinco primeiro confrontos que participou na competição nacional deste ano. De lá para cá, o moicano alongou o seu pavio e se mostrou mais comedido nas atitudes que tem em campo. Com essa mudança de postura, ele se sustenta com dois amarelos e, até aqui, evita uma segunda suspensão por acúmulo de cartões.

O último cartão amarelo recebido por Neymar ocorreu na derrota do Santos por 3 a 2 para o Coritiba, na Vila Belmiro, no dia 17 de agosto. Quatro dias depois, aconteceu o último gol do craque. E foi de pênalti, no triunfo do Peixe por 2 a 1 sobre o Bahia (confira acima o vídeo do gol), em Salvador. Neste sábado, contra o Cruzeiro, o papai do Davi Lucca tem nova chance de fazer gol e homenagear o filho. O que se espera é que o primeiro cartão amarelo não aconteça antes.

Dos 20 jogos do Santos neste Campeonato Brasileiro, o atacante participou apenas da metade. Foram somente quatro gols (dois contra o Flamengo, um diante do Atlético-PR e outro contra o Bahia) e cinco cartões amarelos. O Peixe está na 14ª colocação, com 26 pontos.

Fonte: Globo Esporte, www.globoesporte.com