Para Fernando Alonso, 2º lugar é o limite para a Ferrari

"Bater uma Red Bull já é motivo de alegria para nós", falou Fernando Alonso.

A Ferrari chegou à Espanha sonhando com um bom resultado. E saiu satisfeita. Com Fernando Alonso tendo colocado a escuderia italiana pela terceira vez no ano no pódio --foi segundo-- e com a quinta colocação conquistada por Felipe Massa, o time festejou seu melhor resultado na temporada.



"O segundo lugar ainda é o máximo que podemos conseguir neste momento. Bater uma Red Bull já é motivo de alegria para nós", falou Alonso, que fez sua torcida vibrar ontem com duas ultrapassagens sobre Mark Webber.

O único motivo de frustração para os ferraristas, no domingo, em Valencia, foi um problema no segundo pit stop de Massa, que custou mais de cinco segundos ao brasileiro e fez com que ele perdesse a chance de chegar à frente de Lewis Hamilton, que foi quarto.

"O problema foi a porca do pneu traseiro esquerdo, que espanou", lamentou Massa, que havia feito uma excelente largada.

Partindo do quinto posto no grid, superou ainda na reta seu companheiro de equipe, o quarto no grid, e Hamilton, o terceiro. Mas, na tentativa de ultrapassar Webber e assumir a segunda colocação, acabou perdendo o terceiro posto para Alonso.

"O Webber acabou me fechando e, para não bater, tive que frear antes, o que deu espaço para o Fernando ganhar minha posição", disse Massa, que igualou sua melhor posição de chegada no ano, que havia sido na Malásia.

Com os dez pontos que ganhou, o brasileiro manteve-se em sexto no Mundial de Pilotos, com 45 pontos.

Fonte: Folha.com