Para Muricy, o meia Ganso ainda não merece chance na Seleção: "É cedo"

Treinador do São Paulo elogia evolução do meio-campista, mas acredita que ele precisa render mais para ser convocado por Luiz Felipe Scolari

Com a melhora nas últimas rodadas do Campeonato Brasileiro, o nome de Paulo Henrique Ganso voltou a ser cotado para defender a seleção brasileira. Mas, na opinião do técnico Muricy Ramalho, o meio-campista ainda precisa subir mais de produção para ter uma chance com Luiz Felipe Scolari e sonhar em disputar a Copa do Mundo de 2014.


Para Muricy, PH Ganso ainda não merece chance na Seleção:

? Acho que é cedo. Ele precisa ter isso na cabeça. Só isso aqui ainda é pouco. Para ir à Seleção, precisa de mais. Ele sabe disso e está melhorando. Precisa manter a média, não adianta jogar um ou dois bem e cair. Ele está no caminho certo ? afirmou o treinador.

Ganso subiu de produção desde que Muricy voltou ao São Paulo. Antes, chegou a ir para o banco de reservas com Ney Franco e pouco acrescentou na passagem de Paulo Autuori. Agora, porém, vem tendo atuações decisivas, como nas vitórias do Tricolor sobre Cruzeiro e Náutico, quando fez um golaço passando por três marcadores antes de finalizar.

O treinador são-paulino, aliás, acredita que os elogios feitos a Ganso nos últimos dias podem ter despertado a curiosidade da comissão técnica da Seleção em saber o atual nível do jogador. O meio-campista não é convocado desde os Jogos Olímpicos de Londres, em 2012, ainda com Mano Menezes no comando.

? Eu acho que vocês (jornalistas) estão com pressa. Ele está melhorando. O legal é que chamou a atenção. Se chamou a de vocês, chamou a da comissão da Seleção. As pessoas ficam atentas a tudo no futebol. Ele é um jogador raro no futebol. Claro que a parte física melhorou, mas o pessoal do nosso meio de campo trata bem a bola e o ajudou a jogar.

Ganso precisa correr contra o tempo se quiser ser chamado ainda em 2013. Felipão fará apenas mais uma convocação para os amistosos contra Honduras, em 16 de novembro, em Miami, e três dias depois diante do Chile, em Toronto.

Fonte: GloboEsporte.com