Paraná derruba invencibilidade do Vasco

Além disto, o clube de São Januário também perde a segunda posição para o Ipatinga

Às vésperas do confronto decisivo com o Corinthians por vaga na decisão da Copa do Brasil, o Vasco sofreu o primeiro revés em sua participação na Série B do Campeonato Brasileiro, graças à atuação de um atleta revelado nas categorias de base do rival paulista. Na tarde deste sábado, o time carioca levou seus reservas ao Estádio Durival Britto, em Curitiba, e saiu derrotado por 3 a 1 pelo Paraná, com um gol marcado pelo estreante meia Dinélson.

Depois de conhecer triunfos contra Brasiliense, Ceará e Atlético-GO, o time não só viu o fim de sua série 100% na segunda divisão, como também perdeu pela primeira vez e deixou o Guarani abrir vantagem na liderança do torneio nacional. Estacionado nos nove pontos, os cariocas ficaram três abaixo do time de Campinas, que segue com aproveitamento máximo que registra quatro vitórias nas rodadas iniciais.

Além disto, o clube de São Januário também perde a segunda posição para o Ipatinga, que subiu na tabela com goleada por 5 a 1 sobre o Campinense. Já o Paraná, que havia sido derrotado por Bahia e América-RN e frustrado a torcida no empate sem gols com a Ponte Preta, venceu pela primeira vez na Série B e chega aos quatro pontos, alcançando a 15ª colocação.

Apesar do bom resultado, o time mandante levou um susto aos 13min, mesmo após ter mostrado mais domínio do jogo. Na primeira descida do Vasco na partida, o centroavante Edgar aproveitou cruzamento e escorou de cabeça para o fundo das redes. No entanto, a vantagem não durou muito e só se manteve cinco minutos, momento em que Alex Afonso também usou a bola alta e estufou as redes vascaínas.

Já no fim da etapa inicial, o Vasco sofreu novo prejuízo ao perder Enrico, que foi expulso por falta dura cometida. Mesmo assim, em seguida, Titi arriscou de longe e parou na trave paranista, mantendo a igualdade na descida para os vestiários. Assim, o Dorival Júnior mandou a campo para o reinício dois de seus titulares, Rodrigo Pimpão e Ramos.

Com a partida equilibrada no segundo tempo, Marcelo Toscano apareceu aos 10min para bater falta com perfeição e colocar os mandantes em vantagem no marcador. Na seqüência, aos 24min, o estreante Dinélson foi lançado em velocidade pelo lado esquerdo e, em impedimento, mostrou tranqüilidade para tocar na saída do goleiro Fernando Prass para fechar o placar.

FICHA TÉCNICA

Paraná 3 x 1 Vasco

Gols

Paraná: Alex Afonso, aos 18min do 1º tempo, Marcelo Toscano, aos 10min, e Dinélson, aos 24min do 2º tempo

Vasco: Edgar, aos 13min do 1º tempo

Polêmicas de arbitragem

Não marcação de impedimento de Dinelson no lance que deu origem ao terceiro gol do Paraná

Ponto Forte do Paraná

Jogadas pelas laterais durante toda a partida e atuação decisiva do estreante Dinélson

Ponto Forte do Vasco

Vontade demonstrada pelos atletas reservas, que mesmo inferiores tecnicamente aos rivais, conseguiram equilibrar a partida em alguns momentos

Ponto Fraco do Paraná

Desatenção da defesa nos primeiros 10min de jogo, quando sofreram pequena pressão do Vasco, que chegou a criar pelo menos três chances claras, inclusive o gol de Edgar

Ponto Fraco do Vasco

Fragilidade do setor defensivo, que teve trabalho para parar os atacantes do Paraná, principalmente após a entrada de Dinélson

Personagem do jogo

Dinélson, do Paraná

Esquema Tático do Paraná

4-4-2

Ney; Marcelo Toscano, Freire, Dirley e Murilo Ceará; Adoniran, João Paulo, Bebeto (Malaquias) e Davi (Luiz Henrique); Wando (Dinélson) e Alex Afonso; técnico: Zetti

Esquema Tático do Vasco

4-5-1

Fernando Prass; Paulinho, Leonardo, Titi e Pará (Nilton); Mateus, Bruno Galo, Jéferson (Ramón), Enrico e Fernandinho (Rodrigo Pimão); Edgar; técnico: Dorival Júnior

Cartões Amarelos

Paraná: Murilo Ceará, Freyre, Wando, Dinélson e João Paulo

Vasco: Enrico e Rodrigo Pimpão

Cartões Vermelhos

Vasco: Enrico

Árbitro

Wilton Pereira Sampaio (DF)

Local

Estádio Durival Britto, em Curitiba (PR)

Fonte: Terra, www.terra.com.br