Paraplégico após ser baleado, brasileiro é ouro na esgrima nas Paraolimpíadas 2012

Paraplégico após ser baleado, brasileiro é ouro na esgrima nas Paraolimpíadas 2012

Guissone duelou na final com Chick Sum Tom, de Hong Kong categoria B (espada e florete),e venceu por 15 a 14.

O brasileiro Jovane Silva Guissone fez história nesta quarta-feira ao ganhar a medalha de ouro nos Jogos Paraolímpicos de Londres na esgrima de cadeira de rodas, a primeira da história nacional tanto em Paralimpíada como em Jogos Olímpicos.

Guissone duelou na final com Chick Sum Tom, de Hong Kong categoria B (espada e florete),e venceu por 15 a 14.

O gaúcho, que vive em Esteio, na região metropolitana de Porto Alegre, já havia conquistado medalhas na Copa do Mundo de Montreal em 2011 e na Copa do Mundo de Marchal-2012. Ele viveu uma tragédia que o fez perder os movimentos da perna depois de reagir a um assalto.

Em novembro de 2004, Jovane foi vítima de um assalto na cidade de Canoas. No incidente, o jovem levou um tiro que perfurou pulmão, baço e acertou a espinha.

A lesão acabou interrompendo as funções motoras das pernas do gaúcho para sempre.

Jovane começou na esgrima em 2008 e passou a ser um dos principais atletas paraolímpicos brasileiros.

O atleta paraolímpicos treina em Porto Alegre com os mesmos técnicos de Guilherme Toldo, brasileiro que disputou os Jogos Olímpicos.

Fonte: UOL